Viagora

Indústria da construção busca solução para aumento no custo

Por conta dos altos números, a indústria da construção agora procura saídas para encontrar novos fornecedores e amenizar a pressão.

A rápida subida no preço dos materiais de construção, preocupa os profissionais que atuam no ramo. Nos primeiros cinco meses do ano, o Índice Nacional de Custo de Construção (INCC) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) já aumentou cerca de 5,28% e, em 12 meses, 11,59%. Por conta dos altos números, a indústria da construção agora procura saídas para encontrar novos fornecedores e amenizar a pressão.

O aço foi um dos materiais que mais obteve aumento, chegando a 7%. Por isso até o dia de 17 de junho, está aberto o terceiro lote de compra de aço homologado pela Cooperativa da Construção Civil do Estado de Santa Catarina (CooperconSC). Uma saída para o custo do produto não ser exorbitante no bolso das empresas.

Foto: DivulgaçãoProfissional que atua no ramo da construção civil.
Profissional que atua no ramo da construção civil.

Mesmo com soluções surgindo, a disparada no preço dos materiais de construção causa aflição para o futuro como pontua o presidente da CBIC, José Carlos Martins. “A nossa preocupação é com o amanhã. A venda de hoje é o emprego de amanhã, disse José Carlos.

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (SindusconTeresina), Guilherme Fortes, diz que o recente aumento das contratações no ramo pode ser um grande apoio para que a indústria drible os preços elevados. “Estamos buscando alternativas eficientes para continuar construindo sonhos ao passo que geramos renda e empregos”, aponta.

Por Sthefany Prado

Facebook
Indicado para você
Veja também