Viagora

Auxílio para mestres de cultura do Piauí tem valor dobrado

O novo decreto viabiliza uma ampliação no valor pago aos contemplados que atuam na cultura do Estado.

A governadora do Piauí, Regina Sousa, disponibilizou na última semana um documento com alterações na Lei do Patrimônio Vivo, que permite um aumento no valor pago aos mestres de cultura do Piauí, assim como os grupos contemplados.

O reajuste foi de R$ 523,53 para R$ 1,1 mil, o que representa mais do dobro creditado anteriormente. Já os grupos culturais, que antes possuíam bolsa de R$ 1,5 mil passaram a receber R$ 2,2 mil.

Conforme o governo, mais de 30 contemplados foram incluídos em 2022 pela líder do Poder Executivo local, que agora são cerca de 90 beneficiados entre pessoas físicas e grupos até o final deste ano. O projeto é realizado pelo Conselho Estadual de Cultura do Piauí e pela Secretaria Estadual de Cultura.

Foto: Matheus Santos/ ViagoraGovernadora Regina Sousa
Governadora Regina Sousa.

Após uma longa mobilização de mestres que atuam em ofícios tradicionais do Estado, como a arte santeira e renda de bilro, ou manifestações culturais ligadas à dança, literatura de cordel e música, a regulamentação da lei aconteceu em fevereiro de 2021, permitindo com que os mestres e grupos recebam o suporte financeiro necessário, informou o governo.

O Conselho Estadual de Cultura fará uma live no dia 23 de junho para discorrer sobre a ampliação da Lei do Patrimônio Vivo, detalhando os ajustes realizados pela governadora do Piauí.

Por Sthefany Prado

Facebook
Indicado para você
Veja também