Viagora

Ministério Público cobra lançamento de edital do concurso para bombeiros no Piauí

O órgão ministerial realizou nessa segunda-feira (25) um audiência extrajudicial com representantes do Governo do Estado e do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí.

Na manhã dessa segunda-feira (25), o Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gacep/MPPI) realizou uma audiência extrajudicial com representantes do Governo do Estado e do Corpo de Bombeiros Militar do Piauí. A reunião teve como objetivo debater sobre o andamento do concurso público para bombeiros, bem como fiscalizar a implantação de unidade de corporação em Bom Jesus.

Conforme o Gacep/MPPI, o órgão ministerial determinou um prazo de 60 dias para que o Corpo de Bombeiros encontre um prédio na cidade que será utilizado como sede do Corpo de Bombeiros.

O chefe de gabinete do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Cel. José Veloso, anuncio que o Edital do concurso tem previsão para ser lançado em 60 dias.

Além disso, o representante da Procuradoria-Geral do Estado informou que uma orientação para que o edital contemple um cadastro-reserva com 100 vagas será encaminhado para a governadora Regina Sousa. A medida considera que não haveria um ônus financeiro.

Os promotores de Justiça Fabrícia Barbosa, coordenadora do Gacep/MPPI, e Maurício Verdejo, que responde pela 1ª PJ de Bom Jesus, presidiram a audiência. Estiveram presentes da reunião o superintendente do Tesouro do Estado, Ricjardeson Dias, o diretor da Unidade de Gestão Financeira da Secretaria da Fazenda do Piauí – SEFAZ/PI, Cristiano Oliveira, o chefe de Gabinete do Comando – Geral do CBM, José Veloso Soares, o auditor do controle externo do Setor de Admissão do Tribunal de Contas do Estado, Artur Cunha, o assessor técnico – chefe de Gabinete da Secretaria de Governo – SEGOV, Francisco Martins, e o procurador do Estado do Piauí Caio Souza.

Por fim, o MPPI anunciou que uma nova audiência será realizada no final do dia 29 de agosto, com o objetivo de acompanhar as providências aplicadas pelos gestores do Corpo de Bombeiros e do Estado.

Facebook
Indicado para você
Veja também