Viagora

Operação São Cristóvão da Força Tarefa prende cinco em Teresina

Segundo o Major Audivam Nunes, a operação aconteceu nessa terça-feira (27), e além das prisões, armas, dinheiro e veículos foram apreendidos.

Na manhã desta quarta-feira (27), o Major Audivam Nunes, falou ao Viagora da Operação São Cristóvão, que prendeu 5 pessoas, além da apreensão de armas, dinheiro, e dois veículos roubados.

Segundo o Major, a operação foi iniciada por determinação do secretário de segurança, uma operação integrada entre a Força Tarefa e a Diretoria de Inteligência da Polícia Militar. Em entrevista, ele conta que foi apreendido dinheiro, veículos e armas de fogo, além da prisão de cinco pessoas. “Nós tivemos êxito na prisão de cinco pessoas, dois veículos recuperados, veículos roubados na semana passada aqui em Teresina, uma quantia de 36.500 e três armas de fogo, que nós prendemos no dia de ontem (26)”, explica.

Foto: Matheus Santos/ ViagoraMajor Audivam Nunes
Major Audivam Nunes

De acordo com o major, o suspeito identificado como Wanderson foi interceptado em um carro contratado por aplicativo com mais dois parceiros. “O indivíduo identificado como Wanderson, foi interceptado em um carro contratado por aplicativo, ele e mais dois parceiros. Nós tínhamos informações do nosso serviço de inteligência da Polícia Militar, comandado pelo Coronel Galvão, que na noite de ontem teria um derramamento de sangue na zona Norte de Teresina. Foi por isso que colocamos nossas equipes da Força Tarefa de Plantão, e no momento em que o Wanderson estava passando para a zona Norte, nós o interceptamos ali na Barão de Gurgueia com Gil Martins”, conta.

Sobre a ação o policial explica “Fizemos abordagem dele, nos deslocamos para a zona Norte e encontramos os dois veículos que eles iriam utilizar, e aí deslocamos os dois para a Central de Flagrantes. Um já é fugitivo da casa de custodia, e o outro é o Wanderson”, ressalta.

Segundo o Major, essa dupla é a mesma acusada de vários crimes. “. Foi a mesma dupla que invadiu a residência de uma delegada da Polícia Civil de Teresina, esse Wanderson é acusado de vários crimes aqui em Teresina, de vários homicídios, matou com requintes de crueldade aquele estudante de medicina na Miguel Rosa, Roubou a arma de um Sargento na zona Norte de Teresina, roubou a arma de um Policial Civil, foi preso pela PRF com vários comparsas armados, tem áudios e vídeos desse indivíduo dizendo que matou fulano, matou cicrano”, aponta.

Foto: Divulgação/ Polícia MilitarDinheiro e armas apreendidos na operação
Dinheiro e armas apreendidos na operação

Para o Major, a prisão do acusado é uma ação positiva para o Sistema de Segurança Pública de Teresina. “Esse indivíduo Wanderson apesar da pouca idade, é alguém com alto nível de periculosidade, é um indivíduo que não pode estar solto, é um indivíduo matador, mas ontem nós o prendemos, o magistrado assinou o mandado de prisão dele, ele vai responder por vários assassinatos aqui em Teresina, e é mais uma ação positiva para o sistema de segurança pública de Teresina”, explica.

Ele ainda explica que o dinheiro apreendido, que estava em posse de um indivíduo identificado como Marcos Jhon Alves Carvalho, juntamente com os dois armamentos, tipo revolver cal. 38, teria algum envolvimento com as cinco mortes que ocorreram em Teresina. Mas que essa possibilidade ainda está sendo investigada.

Facebook
Indicado para você
Veja também