Viagora

Vamos eleger de 3 a 4 deputados estaduais e 1 a 2 federais, diz Dr. Pessoa

De acordo com Dr. Pessoa, o Republicanos fechou a chapa no “apagar das luzes”, ou seja, quando estava finalizando o prazo para fechar as janelas partidárias.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (Republicanos), falou na tarde dessa quinta-feira (4), durante a convenção partidária do Republicanos, sobre a expectativa do partido nas eleições deste ano. 

De acordo com Dr. Pessoa, o Republicanos decidiu a chapa no “apagar das luzes”, ou seja, quando estava finalizando o prazo para fechar as janelas partidárias. O prefeito também destaca que a meta é eleger 3 ou 4 deputados estaduais e 1 a 2 federais.

Foto: Viagora/ Amanda SantilianaConvenção partidária do Republicanos
Convenção partidária do Republicanos
“Nós pegamos no apagar das luzes, ou seja, na última semana que iam fechar as janelas e não podia mais formar chapa, nem proporcional e muito menos majoritário. E nós montamos a chapa de proporcional de deputado estadual e federal. Portanto, nós vamos eleger de 3 a 4 deputado estadual e de 1 a 2 deputados federais”, declarou o prefeito
O gestor frisa que a convenção foi realizada sem recursos da Prefeitura, e está sendo promovida pelos pré-candidatos e convencionais.

“Aqui não tem um centavo do prefeito, da Prefeitura, aqui são os convencionais, são os pré-candidatos que vão passar a serem candidatos depois da convenção, que então fizeram a feste sem um centavo qualquer. Nós pegamos esse partido faltando menos de 8 dias para fechar a janela e as portas, nós conseguimos em menos de 8 dias formar uma chapa proporcional para deputado federal e deputado estadual. E consequentemente, não tem um centavo da prefeitura municipal de Teresina, todos são convencionais, todos são aqueles pretendem chegar ao Poder Legislativo e custearam as despesas, há não ser verba do partido, do partido organização da estrutura e teto, de resto tudo foram os pré-candidatos federais e estaduais”, explicou Pessoa.

Questionado se vai declarar apoio ou voto em candidato á governador do Piauí, Dr. Pessoa responde: “Eu pessoalmente só no segundo turno, se houver segundo turno. No primeiro turno não vou pontuar ninguém, mas não dou um laço no pescoço de ninguém e maneira republicana, não declino ‘para aqui ou para ali’. Portanto não vou dizer ‘liberdade, vai para aqui ou acolá’, eu Dr. Pessoa, prefeito de Teresina, só vou dizer o lado que vai ficar se tiver segundo turno no dia 3 de outubro”, declarou.

O prefeito também foi indagado sobre seu voto no atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), ele afirmou: “Eu voto sim”.  

Facebook
Indicado para você
Veja também