Viagora

João Mádison diz que se MDB apoiar Fábio Novo pode indicar o vice

Segundo o deputado emedebista, o apoio do vice-governador, Themístocles Filho (MDB), é fundamental para a decisão do partido sobre a conjuntura política de 2024 em Teresina.

O apoio do vice-governador, Themístocles Filho (MDB), é peça-chave para a definição do posicionamento da legenda visando as eleições municipais de 2024 em Teresina, é o que destaca o deputado estadual João Mádison. Durante entrevista, o parlamentar declarou que trabalha para uma união entorno da pré-candidatura de Fábio Novo (PT) à Prefeitura de Teresina.

Algumas alas da sigla defendem a candidatura própria, outras já aderiram ao postulante petista. Para Mádison, o MDB precisa tomar uma decisão logo, assim poderão ter a oportunidade de indicar um vice na chapa aliada.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraDeputado João Madison
Deputado João Madison

“Falo por mim porque o MDB tem várias correntes, posições diferentes, alguns tem minha posição, que é muito coerente, de trabalhar e votar no Fábio Novo. Estou trabalhando para que o MDB possa fazer isso, o MDB vindo apoiar o Fábio Novo nós teremos oportunidade de indicar o vice”, afirmou

O parlamentar acredita que será possível unificar o partido com o apoio do vice-governador e afirmou que o alinhamento com o PT é positivo para ambas as partes.

“Para isso nós precisamos ter o apoio do vice-governador, que é nossa liderança na cidade de Teresina, tem o diretório municipal, então precisamos dele para que isso possa ocorrer. Espero que o governador possa está conversando com ele, mostrando a importância dessa união do MDB com o PT, que já vem há muito tempo, acho que seria muito bom para o partido”, explicou.

Segundo o deputado, é necessário trabalhar por um consenso dentro da sigla, Mádison ainda destacou o desempenho de Fábio Novo nas pesquisas, que o credencia para a disputa.

“O vice-governador é uma liderança importante e tem a força dentro do partido. Nós precisamos também dele, se não tivermos o apoio dele fica difícil para todo o MDB apoiar o Fábio Novo. Hoje tem uma parte que já tomou essa decisão de votar no Fábio Novo, mas outros ainda não. É interessante que pudéssemos juntamente com o presidente do partido, o senador Marcelo Castro, buscarmos esse consenso dentro do partido para que a gente tenha as condições necessárias de irmos para a luta juntamente com o Fábio Novo. Ele está muito bem nas pesquisas, chegando acima de 30 pontos, ainda não fechamos o ano e isso mostra que o nome dele vem agregando vários partidos da base”, declarou.

Os esforços para que toda a legenda apoie o pré-candidato do PT já são empenhados pelo emedebista, que reforçou a ideia de garantir uma ampla força política que unifique a base.

“Eu já tomei uma decisão, vou votar no Fábio Novo e estou trabalhando para que o MDB possa estar todo unido em torno do Fábio Novo, mas isso não depende só de mim, mas do vice-governador, do senador Marcelo Castro e outras lideranças que são fortes, que precisam estar unidos nesse mesmo sentido, então teríamos a oportunidade de indicar o vice-prefeito nessa chapa”, enfatizou.

Com a intensificação das discussões e decisões sobre futuro partidário, João Mádison avaliou que o MDB deve adotar uma posição até dezembro. “Eu acho que tem que ser até agora no mês de dezembro, não podemos fechar o ano com uma decisão dessa. O MDB precisa tomar a decisão se vai ou não apoiar o Fábio Novo, indicando um vice. Se o MDB tiver unido, eu não tenho duvida que seremos nós que iremos indicar o vice”, avalia.

Facebook
Indicado para você
Veja também