Viagora

Fapepi investe R$ 5,2 milhões na abertura de novas empresas no Piauí

O Centelha é um programa de investimentos para estimular a criação de novos negócios inovadores no Piauí e sua segunda edição será lançada na próxima sexta-feira (29).

O Governo do Estado do Piauí, informou que na próxima sexta-feira (29), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), vai lançar em parceria com o Governo Federal, a segunda edição do Centelha, um programa de investimento de R$5,2 milhões para estimular a criação de novos negócios inovadores no Piauí. Além da disponibilização de recursos, o Centelha também promove capacitação e suporte para os empreendedores.

De acordo com o governo, a primeira edição do programa foi lançada em 2020. Das 276 ideias empreendedoras inscritas, 23 foram selecionadas e receberam cada uma até R$ 60 mil, além de mentorias e suporte. Várias dessas empresas entraram no mercado e já estão faturando. Ao todo, foram liberados R$ 1,2 milhões em recursos.

Foto: Divulgação/Governo do EstadoDiretor de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológicos da Fapepi, Ciro Sá
Diretor de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológicos da Fapepi, Ciro Sá

“Não é raro que futuros empreendedores desistam de lançar sua ideia no mercado por falta de recursos. E o dinheiro do Centelha não é empréstimo, mas sim, investimento que será aplicado na ideia empreendedora. E a criação de um negócio gera desenvolvimento para o estado, pois fomenta a economia, gera emprego e renda”, diz o diretor de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico da Fapepi, Ciro Sá.

Segundo o governo, para a segunda edição existe uma novidade. Além do investimento no projeto, os empreendedores também irão receber uma bolsa do programa, no valor de até R$ 26 mil em 12 meses. “É como se fosse uma remuneração paga pelo Governo para o empresário investir em sua ideia”, compara Ciro Sá.

O governo ainda informou, que a segunda edição do Centelha vai liberar recursos para até 61 ideias empreendedoras, e que, para cada um dos projetos que serão selecionados, irão receber até R$ 53 mil para desenvolver o modelo de negocio e até R$ 26 mil em bolsas e nove meses de capacitação. Pessoas maiores de 18 anos ou maiores de 16, se emancipadas, poderão submeter propostas. Desta vez, o edital permite a participação de servidores públicos, desde que não haja choque com a legislação da instituição empregadora.

Por: Matheus Santos

Mais conteúdo sobre:

Fapepi

Facebook
Indicado para você
Veja também