Viagora

Novo prédio do TJ-PI tem 95% dos serviços funcionando

O atendimento está sendo ofertados na antiga sede do Tribunal, no centro cívico, e o novo Palácio da Justiça, localizado no bairro São Raimundo na zona sudeste de Teresina.

No dia 2 de maio, os serviços do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), estão funcionando 100% presencialmente, o atendimento está sendo ofertados na antiga sede do Tribunal, no centro cívico, e o novo Palácio da Justiça, localizado no bairro São Raimundo na zona sudeste de Teresina.

De acordo com o Superintendente de Engenharia e Arquitetura do Tribunal, Sanderland Ribeiro, o novo prédio abriga várias secretarias e gabinetes de desembargadores. “O novo Palácio da Justiça abriga hoje todo o 2º grau de jurisdição, com o gabinete da Presidência e da Vice-Presidência, os gabinetes dos desembargadores, as câmaras e o Plenário. Além disso, funcionam também no novo prédio as secretarias da estrutura administrativa, como a Secretaria de Orçamento e Finanças, a Superintendência de Gestão de Contratos e Convênios, a Superintendência de Licitações e Contratos e a Secretaria Geral, entre outras”, explica o superintendente.

Foto: Divulgação/ TJPINova sede do Tribunal de Justiça do Piauí
Nova sede do Tribunal de Justiça do Piauí

Ainda de acordo com Sanderland Ribeiro, 95 % dos serviços do Tribunal de Justiça estão sendo realizados na nova sede. “Hoje, 95% dos serviços já são oferecidos no prédio novo e estamos com obras avançadas no prédio que vai ocupar o restante das unidades”, conta o arquiteto.

A arquiteta Indira Matos, conta que o cronograma de estruturação do TJ-PI está seguindo o cronograma estipulado pela Superintendência de Engenharia e Arquitetura. “Temos trabalhado para estruturar da melhor forma possível todo o Tribunal, melhorando cada vez mais o atendimento à sociedade. Estamos seguindo o cronograma estabelecido pela Superintendência de Engenharia e Arquitetura e fazendo as mudanças de maneira ordenada”, informa a arquiteta.

Conforme informações do Tribunal de Justiça, o antigo prédio abriga a Corregedoria Geral da Justiça, a Vice-Corregedoria, gabinete dos juízes auxiliares, CPPAD, contadoria e, brevemente, o Núcleo de Regularização Fundiária, Projeto Regularizar e Secretaria Remota.

Facebook
Indicado para você
Veja também