Viagora

Seduc anuncia reforma em 13 escolas estaduais no Piauí

Nessa segunda-feira (20), a governadora Regina Sousa assinou ordem de serviço de para reestruturação de espaços físicos escolares.

Nessa segunda-feira (20), a governadora Regina Sousa assinou ordem de serviço de para reestruturação de espaços físicos escolares, colocado em execução por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). O projeto contou com o investimento superior a R$ 12 milhões e ao todo serão 13 escolas da rede estadual beneficiadas.

Conforme a Seduc, as unidades contempladas serão centros de Tempo Integral, Centro de Ensino Jovens e Adultos (CEJA), Gerência Regional de Educação (GRE). As novas estruturas contam com salas de aula, banheiros, setores administrativos, refeitório, laboratórios de informática e ciências, biblioteca, entre outros.

Foto: Divulgação/ Governo do PiauíRegina Sousa e Secretário da Seduc.
Regina Sousa e Secretário da Seduc.

Segundo o secretário da Educação, Ellen Gera, destaca sobre a educação ser um dos principais pilares dentro do programa de reforma. “Um dos pilares fundamentais do PRO Piauí é a educação que vem passando por um processo de intensa transformação da sua infraestrutura com a reforma e ampliação das nossas escolas. Hoje, a governadora Regina Sousa assinou a ordem de serviço para 13 escolas da rede estadual serem beneficiadas com a modernização da infraestrutura, portanto, os professores e professoras, nossos estudantes, terão a melhor qualidade de equipamento.”, ressalta Ellen.

De acordo com o governo, a ordem de serviço irá abraçar dez municípios: Campo Maior, São João do Piauí, Barreiras do Piauí, Amarante, Pedro Laurentino, Teresina, Piripiri, União, Esperantina e Anísio de Abreu. O planejamento para novas estruturas pretende ser executados em mais de 125 escolas de rede estadual, conforme o gestor:

“Estamos neste momento com mais 125 escolas que estão passando por intervenções de grande porte, além de outras dezenas com obras de manutenção predial. A Seduc está trabalhando para que estas unidades sejam concluídas em 2022 e para que o próximo calendário letivo, de 2023, tenhamos uma cara nova na infraestrutura da rede estadual de educação”, finaliza o secretário.

Facebook
Indicado para você
Veja também