Viagora

"Não saio do PTB", declara o vereador Bruno Vilarinho

Bruno Vilarinho ressaltou que não deve discutir sobre mudança partidária até o ano de 2024 quando ocorrerá as eleições municipais. O vereador destacou ainda que não será candidato a cargo político.

Nessa quarta-feira (09), o vereador Bruno Vilarinho declarou que recebeu o convite do Dr. Pessoa para ingressar no Republicanos, mas afirmou que não irá sair do PTB. O parlamentar falou também que não será candidato a cargo político nas eleições deste ano.

Bruno Vilarinho ressaltou que não deve discutir sobre mudança partidária até o ano de 2024 quando ocorrerá as eleições municipais. O vereador também destacou seu elo político com o deputado Pablo Santos e manifestou seu apoio ao parlamentar.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraVereado Bruno Vilarinho
Vereado Bruno Vilarinho

“Eu não serei candidato a nada neste ano, como sempre venho dizendo na imprensa e na própria Câmara Municipal o prefeito está assumindo o partido e fez o convite aos vereadores e eu disse ao prefeito que faço parte da base da administração da prefeitura desde quando começou a gestão, em um momento oportuno quando fomos tratar das eleições municipais em 2024 é onde o vereador irá se pronunciar se irá sair do PTB ou não, isso é uma coisa que ficará para frente, não podemos falar do futuro tão distante em 2022, mas a certeza é que o vereador Bruno Vilarinho não é candidato, não saio do PTB e todos sabem que eu voto no deputado Pablo Santos, para estadual e tenho um compromisso com o deputado de segui-lo neste não de 2022. Como eu sempre digo ele é uma pessoa que eu tenho elo de ligação política muito forte, mas como meu mandato de vereador eu faço parte da gestão do Dr. Pessoa”, destacou o vereador.

Questionado sobre seu apoio nas eleições deste ano após a filiação de Bolsonaro ao PL, sigla alinhada ao PTB, o vereador afirmou que é um correligionário antigo e que terá decisão própria escolhendo apoiar a base do governo do PT no Piauí, devido sua aliança com deputado estadual Plabo Santos que também caminha junto a esse grupo político.

“Na verdade eu sou PTB antigo, meu pai já ocupou vários cargos políticos pelo PTB e eu já fui candidato a vereador de Teresina em 2012 pelo partido, e na época tinha um estatuto onde não tinha empecilho nenhum de apoiar partido de esquerda, direito, qual partido fosse, e agora esse estatuto mudou e com essa aproximação do PTB ao presidente Jair Bolsonaro eu acredito que o Bruno Vilarinho possa ter decisão própria, inclusive quando fui ser candidato a vereador tratei disso antes com o atual presidente na época que era o ex-senador João Vicente Claudino, que eu já tinha esse elo de ligação com o deputado Pablo Santos. Eu sigo firme junto com o lado político do deputado Plano Santos que é aliado a base do governo e nós estaremos juntos”, reafirmou.

Facebook
Indicado para você
Veja também