Viagora

PM de folga agride e mata esposa com três tiros em São Paulo

O crime aconteceu na madrugada de domingo (3) e foi flagrado por câmeras de segurança.

Um policial militar foi preso suspeito de agredir e matar a esposa a tiros na zona norte de São Paulo. O crime aconteceu na madrugada de domingo (3) e foi flagrado por câmeras de segurança.

O caso foi registrado como feminicídio na 4ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) Norte. Thiago foi levado para o Presídio Romão Gomes, da PM, que fica na região. Thiago tem 36 anos e Erika tinha 33 anos, os dois estavam casados há seis meses. Ela deixa duas filhas de um relacionamento anterior.

As cenas gravadas por uma câmera de segurança mostra o carro parado na Rua Bananalzinho, em Perus e estão sob análise da Polícia Civil, que investiga o caso.

Thiago dar uma série de socos no rosto de Erika e em seguida atira nela. A mulher cambaleia e bate a cabeça no porta-malas, caindo no chão. O soldado entra no carro e acelera o veículo, mas depois retorna e a arrasta até o veículo. Enquanto isso, moradores saem das suas casas para saber o que aconteceu na rua. E acompanham toda a ação.

O homem levou a vítima até um hospital da região onde a morte dela foi confirmada. Segundo o boletim de ocorrência do caso, ele confessou ter atirado na esposa após discussão. Ele alegou que ela havia tentado pegar sua arma e por isso disparou contra ela.

A pistola Glock calibre 40 do policial militar foi apreendida para perícia. A Corregedoria da PM foi acionada para apurar a conduta do soldado. Ele também responderá criminalmente na Polícia Civil.

Por: Alessandra Fonseca

Com informações do G1 São Paulo.

Facebook
Indicado para você
Veja também