Viagora

Por ser uma eleição difícil é necessário união de forças, diz Joel

O pré-candidato ao senado Federal também falou sobre o apoio do PTB e destacou sua história construída dentro do partido ao longo de 24 anos.

Nessa quinta-feira (28), o pré-candidato ao Senado Federal e ex-prefeito de Floriano, Joel Rodrigues, comentou sobre o apoio do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) a chapa de senador do Progressistas e ao Governo do Piauí, com Sílvio Mendes (UB) e Iracema Portella (PP).

Joel Rodrigues destacou sua história construída dentro do partido ao longo de 24 anos. O pré-candidato também destacou que as eleições deste ano não serão fáceis, principalmente a disputa ao cargo de senado, em que o ex-prefeito de Floriano tem como principal oponente Wellington Dias, ex-governador do Piauí.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraJoel Rodrigues
Joel Rodrigues

“Bom, o PTB foi o partido que eu mais demorei, de 1991 quando me filiei pela primeira vez a 2015, com uma exceção muito rápida de menos de 2 anos por uma questão local eu tive que deixar o partido, mas construímos juntos uma história bonita dentro do partido com todo seu direito e sua vontade. Mas nós estamos percebendo que há uma necessidade de se fazer uma mudança no Estado do Piauí, não é uma eleição fácil, principalmente para o senado Federal”, explica.

De acordo com o pré-candidato, se a oposição estivesse dividida a chegada de Wellington Dias ao poder seria facilitada, por isso Joel Rodrigues ressaltou que a união entre os líderes políticos é essencial nestas disputas.

“Então a divisão de todos nós já facilitaria muito o ex-governador a chegar tranquilamente, por ser uma eleição difícil é necessário essa união de forças. Une líderes, une partidos e une o sentimento da mudança do Piauí, porque também dá credibilidade ao eleitor para que ele faça essa escolha já que as forças partidárias se juntam, pessoas deixam de ser para unir um projeto de uma mudança”, declara.

Por fim, Joel Rodrigues também afirmou que é importante um candidato ao senado alinhado com o Governo do Piauí para contribuir de faço com essa mudança, garantindo que não seja unilateral.

“Eu vejo que é um momento de alegria, um momento que partidos com essa visão de mudança se unem com um propósito de ter um Piauí melhor e como fazer uma mudança no Piauí com Sílvio Mendes se colocar no senado alguém que não se incorpora, que não está unido a esse projeto de mudança no Piauí? Então aos poucos essa união vem acontecendo dos partidos, dos líderes e esse sentimento vai tomando de conta dos piauienses, vai contagiando e logo, logo nós vamos estar chegando ao senado, garantindo essa esperança e trabalhar pelos piauienses”, finaliza.

Facebook
Indicado para você
Veja também