Coluna do Viagora

Coluna do Viagora

Contato: (86) 3232-4940 - E-mail: redacao@viagora.com.br

Vilma Amorim: a conta da irresponsabilidade é paga pela sociedade

18/09/2017 17h01 - atualizado

Falta de planejamento, controle financeiro e austeridade. Foram os fatores que culminaram no atraso de pagamento dos servidores e comissionados da Prefeitura de Esperantina.

Senão vejamos: No final de 2016, após a sua reeleição, a prefeita Vilma Amorim recebeu mais de R$1.2 milhão de repatriação e nos meses de janeiro a abril de 2017, as transferências constitucionais foram extremamente generosas, como jamais visto em anos anteriores.

O que fez a prefeita? Ao invés de fazer caixa e se preparar para as vacas magras, resolveu gastar desenfreadamente com pessoal comissionado, contemplando seus compromissos de campanha.

Para se ter uma ideia, nos últimos 12 meses, a prefeita gastou R$ 7.083.951,33 a mais com o pagamento de pessoal que o limite permitido na Lei de Responsabilidade Fiscal, atingindo estratosféricos 64,89%.      .

A irresponsabilidade da prefeita é uma conta que toda sociedade paga e não apenas os servidores que agora amargam atrasos no pagamento dos seus salários.

É caso para a atuação imediata do Ministério Público!

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web