Viagora

Ana Hickmann relata que marido tentou lhe dar cabeçada: 'Covarde'

Ao 'Domingo Espetacular', da Record TV, a apresentadora falou sobre a agressão e afirmou ter entrado com pedido de divórcio litigioso e medida protetiva, baseando-se na Lei Maria da Penha.

Apresentadora Ana Hickmann contou, nesse domingo (26), detalhes do desentendimento que teve com o marido, o empresário Alexandre Correa, durante uma entrevista ao Domingo Espetacular, da Record TV.

Ana falou sobre a agressão e afirmou ter entrado com pedido de divórcio litigioso e medida protetiva, baseando-se na Lei Maria da Penha — que busca proteger a mulher de qualquer violência doméstica e familiar, independentemente do tipo de ameaça, lesão ou omissão. O pedido de divórcio litigioso foi feito na última quarta-feira (22), quatro dias depois da discussão. 

Foto: Reprodução/TV RecordAna fala pela 1ª vez sobre o caso de agressão que sofreu do marido
Ana fala pela 1ª vez sobre o caso de agressão que sofreu do marido.

"Sim, [dei entrada no pedido de divórcio] pela Lei Maria da Penha, que é muito mais rápido", disse a artista. "A lei está aí para nos proteger. Ela foi criada por conta de uma mulher que foi vítima disso. Ela [a Lei Maria da Penha] me protegeu, sim."

Ana teve uma discussão com o marido na mansão do casal, em um condomínio em Itu, no dia 11 deste mês. Segundo ela, a briga teria começado após uma conversa sobre mudanças na gestão financeira da família.

"Sempre tive uma conversa muito aberta com meu filho, sobre escola, sobre o dia a dia, mas por conta dessa conversa e por coisas que aconteceram antes, a briga ocorreu [...] O Alexandre começou a me achincalhar. A briga ficou acalorada", relatou ela na entrevista. "Ele veio para me dar uma cabeçada, sim. Eu peguei o celular e disse para ele: se você vier para cima de mim, eu vou chamar a polícia. Falei uma, duas, três vezes. Ele veio para cima de mim, não me soltava, prendeu a porta no meu braço. Fiquei com medo dele", acrescentou.

Ainda durante a entrevista, a apresentadora relatou que após tê-lo avisado por três vezes, ela finalmente chamou a polícia, que chegou poucos minutos depois e foi escoltada por três agentes até o pronto-socorro.

"Mesmo com uma policial feminina ao meu lado, o médico ainda perguntou 'o que aconteceu?' Eu não falei que caí da escada. Eu não menti em momento algum. Mostrei o meu braço e disse que isso daqui é ferimento causado por trauma de porta, fechada no meu braço. Fui fazer radiografia. Eu não quebrei o braço, graças a Deus. Mas fiquei bem machucada", contou Ana, que registrou um boletim de ocorrência contra o marido e prestou depoimento no dia seguinte.

A apresentadora conta como se sentiu; "Eu tive o sentimento da vergonha. Eu sentada naquela cadeira, dentro da delegacia. Eu senti muita vergonha. Eu não sabia como eu ia voltar para casa e encontrar o meu menino."

Ana Hickmann e Alexandre Correa estavam juntos há 25 anos e têm um filho, o pequeno “Alezinho”, de 9.

Brigas devido a dívidas

Segundo a modelo, as constantes brigas entre o casal começaram devido a dívidas acumuladas pelo marido, que ela desconhecia, por não se envolver com a questão administrativa da empresa deles.

Ana sobre Correa: 'Preconceituoso pra caramba'

Ao ser questionada, a Ana admitiu que vivia um relacionamento tóxico e abusivo e que Correa era "preconceituoso pra caramba".

"O Alexandre sempre teve um temperamento muito difícil, explosivo e agressivo. Nunca tinha sido físico comigo, mas agressividade no momento de falar comigo? Nossa! Muito. Preconceituoso pra caramba", afirmou. 

Lei Maria da Penha

A Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06) entrou em vigor no dia 22 de setembro de 2006. O nome da lei é uma homenagem a Maria da Penha Maia, que foi agredida pelo marido durante seis anos depois de sofrer atentado com arma de fogo, em 1983.

Por: Alessandra Fonseca

Com informações do Portal R7

Facebook
Indicado para você
Veja também