Viagora

Piloto morre após helicóptero cair em fazenda no Maranhão

Um acidente aconteceu nessa terça-feira (2), em uma fazenda em Santa Luzia, interior do Maranhão.

Um piloto maranhense morre após cair em Helicóptero, na manhã desta terça-feira (2), em uma fazenda localizada em Santa Luzia, cidade a 294 km de São Luís.

O piloto da aeronave, identificado como José Rondinelle da Encarnação Rodrigues, de 43 anos, estava sozinho e morreu durante a queda.

A aeronave era um Róbson 44, que foi modificada para realização de pulverização agrícola e estava a serviço da fazenda Agro-Maratá. No momento do acidente, o helicóptero estava somente com o piloto a bordo realizando pulverização de veneno em um matagal dentro da área da própria fazenda. Após a queda a aeronave pegou fogo e o piloto morreu carbonizado no local do acidente.

Foto: Reprodução/Redes SociaisJosé Rondinelle da Encarnação Rodrigues, de 43 anos, morreu durante a queda.
José Rondinelle da Encarnação Rodrigues, de 43 anos, morreu durante a queda.

Segundo a Polícia Militar do Maranhão, a área onde o helicóptero estava sobrevoando era alagada e de difícil comunicação. No momento do acidente, o tempo estava nublado.

Uma equipe do Centro Tático Aéreo (CTA) saiu de São Luís com peritos do Instituto Médico Legal (IML) para fazer o resgate do corpo. Entretanto, José Rondinelle não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele era natural de Miraguai (RS).

O corpo da vítima foi levado para Imperatriz, cidade a 629 km de São Luís, onde vai passar por perícia.

Certificado suspenso

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a aeronave de prefixo PT-YGI, fabricada em 1998, pertencia ao piloto José Rondinelle da Encarnação e estava com a operação negada para táxi aéreo.

Além disso, o Certificado de Aeronavegabilidade do helicóptero estava suspenso e vencido desde agosto de 2020. O documento que é emitido pela ANAC comprova que a aeronave estava em condições de operar com segurança.

Por meio de nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) informou que o Primeiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA I), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), foi acionado para realizar a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PT-YGI.

O órgão destacou que, na Ação Inicial são feitas "a coleta e confirmação de dados, a preservação de indícios, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias ao processo de investigação".

Ainda de acordo com a nota, "o CENIPA tem o objetivo de investigar as ocorrências aeronáuticas, de modo a prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes".

Com informações do G1.

Mais conteúdo sobre:

Polícia Militar do Maranhão

Facebook
Indicado para você
Veja também