Piauí

Acusado de matar professor a facadas em Inhuma é preso na Bahia

Robson Sobrinho havia fugido da cidade há um mês, depois de ser preso pelo assassinato do professor Reginaldo Moura, de 49 anos, e ter a liberdade provisória concedida pela Justiça.
02/11/2018 12h04 - atualizado

Um dos acusados de assassinar o professor Reginaldo Gonçalves Moura, de 49 anos, mais conhecido como “Dará”, em setembro deste ano na cidade de Inhuma no Piauí, foi preso na tarde dessa quinta-feira (1º) no estado da Bahia.

  • Foto: DivulgaçãoReginaldo Gonçalves Moura.Vítima Reginaldo Gonçalves Moura.

Robson Sobrinho da Silva, vulgo “Bob”, havia fugido da cidade há um mês, depois de ser preso pelo crime e ter a liberdade provisória concedida, descumprindo as medidas cautelares impostas pela Justiça.

De acordo com informações da Força Tática de Valença do Piauí, a prisão é decorrente de ação conjunta da Polícia Militar do Piauí com a Polícia Militar da Bahia, que resultou na localização do foragido que foi preso na cidade de Serrinha (BA), mediante cumprimento de um mandado de prisão expedido em desfavor de Robson.

  • Foto: Divulgação/ PM-PIAcusado de assassinato Robson Sobrinho da Silva.Acusado de assassinato Robson Sobrinho da Silva.

O professor foi morto a golpes de faca na madrugada do dia 02 de setembro deste ano. Segundo informações da polícia, o crime foi caracterizado com latrocínio, roubo seguido de morte, pois Reginaldo teve o carro roubado por três homens, que depois de cometer o assassinato ainda tentaram trocar o veículo por drogas em um ponto de venda na cidade.

Os acusados foram identificados como Robson Sobrinho Silva, Carlos Batista Dias e Rafael dos Santos Lima, que acabaram sendo presos no dia seguinte ao assassinato.

Mais na Web