Polícia

Advogado é assassinado e esposa morre ao receber a notícia

Jorge foi assassinado a tiros dentro de casa. Horas depois, a esposa passou mal, chegou a ser socorrida mas sofreu um AVC e faleceu.
  • DA REDAÇÃO
12/11/2019 16h20 - atualizado

Na última sexta-feira (8) o advogado Jorge Pires Vieira, de 67 anos, foi assassinado com três tiros dentro de casa. O fato ocorreu em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Segundo informações da Delegacia de homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), no Rio de Janeiro os tiros acertaram o tórax, abdome e as costas do advogado.

  • Foto: Arquivo pessoalJorge Pires (advogado) e a esposa Márcia Menezes.Jorge Pires (advogado) e a esposa Márcia Menezes.

Segundo a Polícia Civil do Rio de Janeiro, nenhum objeto foi levado da casa, e a arma usada no crime foi deixada pelo assassino. O autor do crime não foi identificado. Os motivos que poderiam ter levado ao assassinato são desconhecidos.

De acordo com a família, horas depois do assassinato de Jorge, a esposa dele, Márcia Menezes, passou mal e foi levada para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Márcia sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e não resistiu. A mulher que era professora aposentada sofria de depressão. O casal foi sepultado no domingo (10).

Mais na Web