Piauí

Cantor Robertinho do Brega morre aos 65 anos na cidade de Picos

O cantor estava internado na unidade de saúde desde domingo (11), após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em casa no município de Sussuapara.
13/07/2021 15h39 - atualizado

Na manhã desta terça-feira (13), morreu aos 65 anos o cantor Robertinho do Brega, de 65 anos, no Hospital Regional Justino Luz, na cidade de Picos.

O cantor estava internado na unidade de saúde desde domingo (11), após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em casa no município de Sussuapara. Robertinho era natural de São Paulo, mas se mudou para Picos ainda criança.

  • Foto: Reprodução/WhatsappCantor Robertinho do BregaCantor Robertinho do Brega

Por meio de nota, a prefeitura de Picos através da Secretaria Municipal de Cultura, lamentou a morte do cantor e exaltou sua a carreira, que deixa esposa e filhos.

“Cantor, intérprete e dono de uma voz marcante, participou de diversas bandas da macrorregião, antes de iniciar carreira solo, se tornando um dos maiores representantes do Brega no estado do Piauí”, diz trecho.

Nota na íntegra

“A Prefeitura Municipal de Picos, através da Secretaria Municipal de Cultura lamenta o falecimento de José Roberto Gomes da Silva, o Robertinho Brega. Natural de São Paulo, mudou-se ainda criança para o município de Picos, onde desenvolveu seus talentos como artista, iniciando a carreira profissional em 1976, em concursos de calouros.

Cantor, intérprete e dono de uma voz marcante, participou de diversas bandas da macrorregião, antes de iniciar carreira solo, se tornando um dos maiores representantes do Brega no estado do Piauí.

Robertinho desenvolveu um estilo próprio, que o mesmo descrevia como “diferenciado”, rejeitando os palcos e cantando junto ao público, com uma alegria marcante e um misto de canções de autores piauienses e de grandes sucessos da MPB, além de marchinhas de carnaval, estilo romântico e o brega que era sua grande paixão.

O cantor deixa esposa e filhos, além de muitos fãs da música popular picoense, onde restará imortalizado”.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web