Política

Deputado federal Átila Lira diz que nunca foi convidado para PSL

“Com o PSL eu tenho todo apreço, mas nunca fui convidado, nunca me articulei, nunca andei atrás", contou o parlamentar do PSB.
08/03/2019 19h30 - atualizado

O deputado federal Átila Lira (PSB) afirmou que nunca foi convidado para se filiar ao PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. Ele disse que tem respeito ao partido, mas que, se fosse mudar, iria ao Progressistas, DEM ou PSDB, partidos mais tradicionais, segundo ele.

“Com o PSL eu tenho todo apreço, mas nunca fui convidado, nunca me articulei, nunca andei atrás. Eu não ando atrás dessas coisas. Eu cheguei numa fase da vida que eu não preciso ir atrás de nada”, disse Átila Lira, em entrevista à TV Cidade Verde.

  • Foto: Divulgação / AscomÁtila LiraÁtila Lira fala sobre os rumores de que teria sido convidado para ingressar no PSL.

O parlamentar contou que possui dificuldade com a legislação para mudar de partido, mas que trata sobre o assunto com colegas do PSB. “Isso aí é uma questão que eu tô sempre meditando e conversando com os outros companheiros, com o Wilson (Martins), com o Rodrigo (Martins), com o pessoal do interior, pra que a gente tenha uma decisão que seja de interesse de todos”, relatou.

Sobre a Reforma da Previdência, Átila Lira conta que mudanças precisam sem feitas na proposta para que haja um consenso. Para ele, precisa-se haver modificações quanto aos trabalhadores rurais, tempo de contribuição e Benefício de Prestação Continuada (BPC). O deputado acredita que o projeto seja aprovado ainda este ano e posteriormente seja colocada em pauta a Reforma Tributária, que considerada fundamental.

Em relação aos primeiros meses de gestão de Jair Bolsonaro, Átila fala que o governo está funcionado dentro da normalidade. “Ele acabou formando os três grupos que dão sustentação ao governo dele: os militares, que estão dando a organização ao governo; a equipe econômica, que tem um poder amplo. O maior poder do país é da equipe econômica; e tem a equipe liderada pelo ministro Sérgio Moro”, listou o deputado.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web