Piauí

Dr. Pessoa e presidente do TJ-PI Ribamar Oliveira alinham parcerias

Segundo o presidente José Ribamar, durante a reunião os gestores discutiram sobre programas de assistência a mulher, bem como a regularização fundiária.
14/01/2022 13h49 - atualizado

Na manhã desta sexta-feira (14), o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, esteve em reunião com o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), o desembargador José Ribamar Oliveira, para discutir sobre projetos de combate à violência doméstica e regularização fundiária.

Após a reunião que aconteceu no gabinete da presidência, o presidente do TJ-PI apresentou as instalações do Fórum Cível e Criminal de Teresina ao Dr. Pessoa.

  • Foto: ViagoraDr. Pessoa e presidente do TJ-PI, José Ribamar Oliveira.Dr. Pessoa e presidente do TJ-PI, José Ribamar Oliveira.

De acordo com o presidente do TJ-PI, José Ribamar, o encontro com o prefeito de Teresina tem o objetivo de traçar uma parceira com a prefeitura Municipal que deve apoiar os programas assistenciais apresentados pelo judiciário.

“Na verdade, é um encontro institucional com sua excelência e sua equipe para traçarmos e darmos um alinhamento a programas instrucionais do Tribunal que contarão com o apoio da prefeitura Municipal, depois também farei com outros órgãos. São programas na área assistencial, inclusive de proteção a mulher com relação a violência doméstica", explica o desembargador.

O desembargador José Ribamar também afirmou que a prefeitura municipal deve apoiar as medidas a partir dos seus programas de assistência.

  • Foto: Divulgação/TJ-PIReunião no Tribunal de Justiça do Piauí com Dr. Pessoa.Reunião no Tribunal de Justiça do Piauí com Dr. Pessoa.

"A prefeitura tem diversos organismos como os assistencialistas e através deles nós podemos implementar uma atenção a mulher, ao menor e ao idoso. Nós buscaremos diálogo com o governo do Estado, secretaria de direitos humanos, com a Sasc ", complementa.

Com o aumento do número de casos de feminicídios durante a pandemia que representou maior vulnerabilidade social para as mulheres, o presidente do TJ, José Ribamar, afirmou que o Tribunal de Justiça tem se preocupado com essa problemática e adotado medidas para atenuar este cenário.

"Algo precisa ser feito nessa mancha que aparece na sociedade brasileira, que é exatamente a violência doméstica com resultados terríveis em termos de feminicídio. O Brasil é o 5º país do mundo na prática de feminicídio, isso é um absurdo. Então alguma coisa precisa ser feita e o Tribunal está fazendo sua parte com relação a isso", conclui.

De acordo com o prefeito Dr. Pessoa outra pauta debatida durante a reunião foi a regularização fundiária que deverá contemplar não somente a zona rural como a urbana.

“Foi mais uma alegria da minha vida. Hoje o ponto principal foi discutir sobre a proteção a mulher, segundo nós tratamos de regularização fundiária. O desembargador disse que aquela família humilde terá seu pedacinho para fazer um investimento, para ampliar, plantar, pegar algum dinheiro em um local financeiro “, afirmou o prefeito.

O prefeito da capital anunciou que as tratativas na zona rural já estão em andamento e que esse é um desejo da prefeitura e da sociedade.

“O Dr. Pessoinha está mais focado nesse sentindo, mas nós estamos começando da zona rural para a cidade, na zona urbana. Na zona rural as tratativas já estão andando, as ações já estão sendo implementadas e agora na zona urbana, nós já estamos começando. É um desejo do prefeito, do Pessoinha e da sociedade. Eu e o desembargador trabalhamos olhando a sociedade como um todo, mas principalmente os mais vulneráveis”, explicou o gestor.

Mais na Web