Piauí

Empresa toma 15 ônibus da Emvipi por suposta falta de pagamento

Os veículos com ar-condicionado atendiam os bairros da zona Norte de Teresina.
MARCOS CUNHA
DE TERESINA
14/04/2018 17h15 - atualizado

Pelo menos 15 ônibus que estavam com a Emvipi foram recolhidos por uma empresa maranhense na noite dessa sexta-feira (14), logo na chegada da garagem localizada na região da Santa Maria da Codipi.

Os ônibus eram novos e equipados com sistema de ar condicionado e cinco portas. Os motoristas e cobradores eram pedidos para descer dos veículos logo ao fim das viagens, antes mesmo de entrarem na garagem.

Informações dão conta de que o caso foi motivado por suposta falta de pagamento à empresa Transpremium, culminando em autorização judicial para recolhimento por possível quebra de contrato. Oficiais de Justiça e a Polícia Militar estiveram no local.

Por nota, a Superintendência Municipal de Transportes Públicos de Teresina (Strans) informou que os representantes do referido consórcio foram intimados para que tomassem providências acerca do transporte público, de forma a não prejudicar usuários.

Segundo a Strans, 75 ônibus ainda seguem atendendo a zona Norte da cidade, e esclareceu que a retirada dos veículos se deu pela falta de entendimento entre os sócios da empresa.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro), Fernando Feijão, classificou como abrupta a forma como se deu o recolhimento por representantes da empresa maranhense. Segundo ele, o que pode acontecer é o retorno de ônibus velhos às ruas da capital, para suprir a demanda de usuários, já que a empresa teria sofrido esse desfalque. O problema será avaliado na segunda-feira (14).

  • Foto: Pedro Henrique QueirozVeículos atendiam a zona Norte de TeresinaVeículos atendiam a zona Norte de Teresina

Confira nota na íntegra:

A Superintendência Municipal de Transportes Públicos de Teresina (Strans) informa que, ao tomar conhecimento da retirada dos ônibus que atendem a população da zona Norte da capital, intimou os representantes do referido consórcio para que os mesmos tomassem providências para que os usuários do transporte público não ficassem prejudicados. Ao todo, 90 ônibus atendem a região Norte da cidade.

Do total, 15 foram retirados de circulação por um dos sócios do Consórcio. É importante destacar que a retirada dos veículos não foi ocasionada por problemas no sistema, mas sim pela falta de entendimento entre os sócios da empresa que operam na região. O superintendente da Strans, Carlos Daniel, ressalta que, a expectativa é de que o problema seja solucionado ainda na segunda-feira e, assim, não acarretará prejuízos aos moradores da região.

Mais na Web