Polícia

Homem natural de Esperantina é assassinado na África

Natural de Esperantina, Antônio Carlos, morava há três anos na África.
    17/09/2012 08h29

    O piauiense Antônio Carlos da Silva, conhecido como Pita, 37 anos, foi assassinado em Luanda, capital da Angola, na África. O crime aconteceu no último sábado (15). O corpo do operário foi abandonado em um terreno baldio, com perfurações de bala e marcas de espancamento.

    Antônio Carlos é natural de Esperantina e morava há três anos na África. Ele trabalhava na empreiteira Odebrecht, atuando na montagem de torres de alta tensão. Pita pode ter sido vítima de latrocínio. O celular e o notebook do operário sumiram.

    A família ainda não sabe quando o corpo do piauiense será liberado para sepultamento. Ao portal Jornalesp, de Esperantina, uma irmã da vitima informou que isso pode levar até quinze dias, em razão da burocracia existente entre Brasil e Angola.

    Mais na Web