Piauí

IMEPI realiza fiscalização na venda de material escolar no Piauí

A operação tem como objetivo fazer a fiscalização e manter o equilíbrio comercial e proteger a relação de consumo.
14/01/2022 12h20

Nessa quarta-feira (12), o Instituto de Metrologia do Piauí (IMEPI) iniciou a operação “Volta às aulas” no comércio de produtos escolares.

A operação tem como objetivo fazer a fiscalização e manter o equilíbrio comercial e proteger a relação de consumo.

Segundo o diretor geral do IMEPI, Maycon Monteiro, o instituto mantém constantemente fiscalizações, mas no período de volta às aulas a operação tem como intuito o controle. Ele explica que as fiscalizações são feitas com dois setores com operações distintas.

  • Foto: DivulgaçãoMaterial escolar.Material Escolar.

“O setor de pré-medidos (aqueles produtos que é medido na ausência do consumidor) faz a coleta de caixas de borrachas, resmas de papel, cadernos, caixas de canetas para saber se o que está exposto é, de fato, o que se tem de conteúdo”, explica.

De acordo com o IMEPI, a venda de produtos com quantidades a menos do que está exposto na embalagem gera uma desvantagem entre os fabricantes por estabelecer uma instabilidade na relação comercial.

No outro momento, a equipe da qualidade faz a fiscalização da qualidade dos demais materiais. “Na área da qualidade, vamos fiscalizar colas coloridas, tinta guache, massa de modelar, onde nós vamos nos atentar se estes produtos têm em suas embalagens se é tóxico ou não, se tem a faixa etária na embalagem”, esclarece.

Segundo o instituto, os produtos são avaliados na presença de representante dos fabricantes, onde caso detectado irregularidades, podem sofrer multas que variam de R$ 100 à R$ 1,5 milhões.

Maycon Monteiro acrescenta que o consumidor deve sempre observar o que está exposto nas embalagens.

Mais na Web