Piauí

Justiça antecipa saída de 100 presos da penitenciária Major César

Os detentos que iriam sair em fevereiro de 2020 tiveram a saída antecipada para este mês de dezembro devido a superlotação e as más condições da penitenciária.
  • DA REDAÇÃO
24/12/2019 17h00 - atualizado

Nesta terça-feira (24) foi confirmada a saída de cerca de 100 presos da Colônia Agrícola Major César devido as más condições e superlotação.

A saída dos detentos foi confirmada pelo juiz de execuções penais, José Vidal. O magistrado disse que há 20 anos o presídio não passa por reformas estruturais, e a superlotação contribuiu para que os presos tivessem a saída antecipada de fevereiro de 2020 para este mês de dezembro.

  • Foto: DivulgaçãoColônia Agrícola Major César OliveiraColônia Agrícola Major César Oliveira

O juiz ressalta ainda que os detentos que foram beneficiados com o regime aberto apresentam bom comportamento, e se caso voltem a cometer crimes irão voltar para o regime fechado, informou a TV Cidade Verde.

Com a superlotação, a Defensoria Pública do Estado ingressou com um pedido de habeas corpus coletivo solicitando a soltura dos detentos do regime semiaberto.

As pessoas condenadas em até quatros anos e sem reincidência de crime, podem ser beneficiadas com o regime aberto. Durante esse período, o detento deve trabalhar, fazer algum curso ou atividades permitidas, e a noite deve ir para casas de albergado ou para a própria residência. A Penitenciária Major César tem capacidade para 290 presos, e atualmente possui 600 detentos em suas dependências.

Mais na Web