Piauí

Lucy Soares denuncia abandono de livros novos em escola estadual

A deputada constatou o problema durante visita no prédio do Centro Estadual de Tempo Integral Professor Joca Vieira, localizado no bairro Noivos.
  • DA REDAÇÃO
22/10/2019 10h26

Durante visita no prédio do Centro Estadual de Tempo Integral Professor Joca Vieira, localizado no bairro Noivos, zona leste de Teresina, a deputada estadual Lucy Soares (Progressistas) constatou que há dezenas de livros novos abandonados no local.

Segundo a parlamentar, a obra foi iniciada em maio de 2018  com orçamento no valor de pouco mais de R$ 827 mil,mas ainda não foi concluída e esta parada, segundo afirma a palamentar.

  • Foto: Divulgação/AlepiA deputada encontrou livros abandonados durante visitaA deputada encontrou livros abandonados durante visita

A deputada informou que os alunos, professores e equipe administrativa da escola estão usando o prédio da Unidade Escolar Demerval Lobão, que não possui estrutura adequada para receber os estudantes.

Além do abandonado das obras, Lucy Soares definiu como absurda a situação em que foram deixados para trás livros novos, seminovos e cadeiras escolares em bom estado de conservação. O material didático em desuso encontra-se nas salas inacabadas, empoeirado, sem nenhuma proteção que impeça o desgaste.  "Verificamos que há uma grande quantidade de livros e cadeiras que ainda podem ser reutilizados. Diante da situação, aproveito a oportunidade para convidar o secretário estadual de educação, Ellen Gera, para visitar a escola e ver de perto a real situação em que ela se encontra”, diz.

A cobrança pela conclusão da reforma da escola, que é considerada uma das melhores da capital, com nota 3,6 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2017, teve início em novembro de 2018 quando os alunos resolveram fazer manifestações e comunicar à imprensa a lentidão da obra.

A secretaria de educação informou que paralisação dos serviços aconteceu em virtude do atraso no pagamento da empresa responsável, mas que o problema estava sanado e a obra seria retomada. 

Mais na Web