Polícia

“Meu filho é inocente”, diz mãe da advogada Izadora Mourão

Segundo Maria Nerci, os irmãos nunca discutiram sobre a herança do pai. Ela diz que quem matou sua filha foi uma mulher que foi até a casa para fazer uma cobrança a advogada.
17/02/2021 09h31 - atualizado

A mãe da advogada Izadora Mourão e do jornalista João Paulo Mourão, Maria Nerci de 70 anos, contou sua versão do crime, na noite dessa terça-feira (16).

De acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a idosa teria acobertado o crime.

Em entrevista à TV Meio Norte, a mãe dos irmãos disse que Izadora e João Paulo nunca discutiram sobre a herança do pai, e que seu filho era incapaz de matar a irmã e quem a matou foi uma mulher que foi até a casa para fazer uma cobrança a advogada.

“Meu filho é inocente, ele era amigo da Izadora, ele aconselhava ela, nunca foi inimigo de nenhum. Eles nunca discutiram e o João Paulo é incapaz de matar até mesmo um mosquito e quem matou a Izadora foi a mulher que veio fazer uma cobrança para minha filha. Meu filho é inocente”, declarou a idosa.

  • Foto: DivulgaçãoMaria Nerci, mãe de João Paulo, suspeito de matar a irmã, Izadora Mourão.Maria Nerci, mãe de João Paulo, suspeito de matar a irmã, Izadora Mourão.

Questionada pelo motivo de não ter chamado o filho, após ver Izadora morta, Maria Nerci afirmou que precisou chamar a diarista para ter uma testemunha do crime.

“Eu chamei a minha diarista Alzenir com o marido dela e quando eles chegaram eu abrir o quarto e em nenhum momento o João Paulo entrou no quarto, ele ficou todo tempo na porta e só depois que a perícia autorizou foi que ele entrou”, disse a mãe do suspeito.

Ainda segundo a idosa, a faca encontrada na casa de sua irmã, ela disse que havia deixado lá antes do crime, pois previa que Izadora estava um pouco depressiva.

“A faca que foi encontrada na casa da minha irmã, eu que fui deixar lá antes do crime já prevendo porque a Izadora estava um pouco depressiva”, ressaltou.

Mais na Web