Política

"Não é uma solução viável", diz Ismael Silva sobre municipalização do transporte

O parlamentar disse ainda que acredita que o serviço pode continuar sendo prestado por empresas particulares, isso depois de uma regularização.
09/02/2021 08h15

Em entrevista ao Viagora, o vereador Ismael Silva (PSD), falou sobre a atual situação do transporte público de Teresina. O parlamentar assumiu recentemente a Comissão de Planejamento do Transporte Público e Mobilidade Urbana.

Segundo o vereador, a comissão fará uma reunião para avaliar a atual situação do transporte público na capital. “Faremos uma reunião da comissão, para poder avaliar a situação do transporte público, na verdade, essa pauta eu sempre defendi durante a minha campanha”, disse.

De acordo com Ismael, essa prestação de serviço é ineficaz e não atende aos interesses da população. Além da frota reduzida, sucateamento dos veículos, o preço é muito alto para a baixa qualidade do transporte.

“Hoje nós temos uma prestação de serviço que é ineficaz, infelizmente não atende aos interesses da população, com uma frota reduzida, um serviço que além de sucateado, tem o preço, que é um custo muito alto”, afirmou.

O vereador disse ainda, que está solicitando da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), o contrato do serviço em questão, para analisar e estudar a melhor saída para a situação e resolver o problema atual dos teresinenses.

“Estou solicitando, o contrato para a Strans, desse processo, vou analisar cláusula por cláusula, saber o que ficou definido na última licitação, quais são as obrigações que estão ou não, sendo cumpridas, para que possamos estudar e encontrar uma saída para essa situação, o que não dá é para o cidadão ficar refém disso”, disse.

  • Foto: Luís marcos/ ViagoraVereador eleito IsmaelVereador eleito Ismael

Questionado sobre a possível municipalização do serviço, o parlamentar disse que acredita que essa, não seja uma solução viável para o momento. Segundo ele, o transporte pode continuar sendo prestado por uma empresa particular, mas com uma mudança para que a situação não continue prejudicando trabalhadores e pessoas que dependem dos ônibus.

"Eu não consigo imaginar nessa possibilidade, eu compreendo a boa vontade que tem o prefeito de solucionar esse problema, mas eu acredito que essa não é uma solução viável para o momento", disse Ismael.

O parlamentar comentou ainda que acredita que o serviço pode continuar sendo prestado por empresas particulares, isso depois de uma regularização.

“Não vejo nesse momento, a questão de municipalização essa prestação de serviço, acredito que ela pode continuar sendo prestada por um particular, claro que vai ser regulado, agora o que não dá é para ser dessa maneira que já vem a muito tempo, obviamente que esse período de pandemia, esse serviço sofreu essa piora, mas sabemos que o problema do transporte não começou agora, já é um problema que se arrasta há muito tempo”, comentou o vereador.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web