Piauí

OAB-PI suspende registro de advogado acusado de estupro em Teresina

O Presidente da OAB no Piauí, Celso Barros suspendeu preventivamente, o exercício profissional de Jefferson Moura Costa, por 90 dias.
16/07/2021 14h12 - atualizado

Nesta sexta-feira (16), o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) secção Piauí, Celso Barros Neto, comunicou que determinou a suspenção do registro do advogado Jefferson Moura Costa, de 45 anos, acusado de estuprar uma mulher em Teresina, por 90 dias.

De acordo com o presidente da OAB Piauí, o órgão repudia veementemente os crimes cometidos pelo advogado, e que diante das denúncias que tem surgido contra Jefferson Moura, foi determinada uma suspensão de 90 dias. Celso Barros destaca ainda que a OAB-PI solicitou mais informações às autoridades que estão à frente do caso.

  • Foto: DivulgaçãoAdvogado Jefferson MouraAdvogado Jefferson Moura

“A OAB Piauí repudia veementemente a conduta praticada pelo advogado Jefferson Moura Costa e, por isto, dada a urgência do caso, estou suspendendo a sua atividade profissional por 90 dias, preventivamente, e requisitando informações às autoridades policiais e judiciárias, diante de várias denúncias que estamos recebendo dos crimes praticados por esse advogado”, explicou o presidente por meio de nota.

Nessa quinta-feira (15), O juiz da Central de Inquéritos de Teresina, Markus Calado Schultz, decretou a prisão preventiva de Jefferson Moura por considerar a gravidade dos crimes e que a permeância da liberdade do acusado poderia pôr em risco a ordem pública.

Ainda ontem, mais quatro mulheres denunciariam que também foram vítimas do advogado. Umas das vítimas, segundo a Delegacia da Mulher, teria sido estuprada pelo acusado em dezembro de 2020, quando foi fazer uma entrega de produtos em seu apartamento.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web