Polícia

PF deflagra Operação Múltiplas Faces e cumpre mandados em Teresina

De acordo com a PF, as investigações apontam a existência de uma associação criminosa formada por três mulheres que, mediante falsificação de documentos, se passavam por segurados do INSS.
24/05/2021 08h48 - atualizado

Na manhã desta segunda-feira (24), a Polícia Federal deflagrou a Operação Múltiplas Faces com o objetivo de reprimir crimes previdenciários na cidade de Teresina.

Foram cumpridos seis mandados judiciais, sendo três de prisões temporárias e três de busca e apreensão, todos expedidos pelo Juízo da 3ª Vara Federal de Teresina.

  • Foto: Polícia FederalPF deflagra Operação Múltiplas Faces em Teresina.PF deflagra Operação Múltiplas Faces em Teresina.

De acordo com a PF, as investigações apontam a existência de uma associação criminosa formada por três mulheres que, mediante falsificação de documentos, se passavam e também aliciavam terceiras pessoas para se passarem por segurados do INSS, com o objetivo de realizar transferências de benefícios previdenciários para possibilitar saques e empréstimos consignados nos benefícios dos verdadeiros segurados.

Segundo a PF, até o momento foram identificadas fraudes em 17 benefícios, com prejuízo efetivo que aproxima-se de R$ 2,7 milhões. O valor do prejuízo evitado, levando-se em consideração a expectativa de vida média da população brasileira, é de aproximadamente R$ 8,5 milhões.

Ainda de acordo com a PF, as envolvidas poderão responder pelos crimes de estelionato qualificado, associação criminosa, falsidade ideológica, e uso de documento falso, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a 20 anos de prisão.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web