Polícia

Polícia diz que populares levaram parte do dinheiro dos bancos

Segundo o secretário de segurança Fábio Abreu durante a investigação dos R$ 229 mil dos dois bancos assaltados, R$ 94.120 foram recuperados.
10/05/2019 13h40 - atualizado

No final da manhã desta sexta-feira (10), a polícia apresentou na Secretaria Estadual da Segurança Pública os resultados da operação dos roubos das agências bancárias de Campo Maior no último dia 30 de abril com a presença das autoridades da Segurança Pública.

Segundo o secretário de segurança Fábio Abreu, durante a investigação dos R$ 229 mil dos dois bancos assaltados, R$ 94.120 foram recuperados pela polícia, a outra parte está com os dois foragidos e o resto foi destruído em explosões e saqueado pela própria população.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilEsquema assalto a bancos de Campo MaiorEsquema assalto a bancos de Campo Maior

" Os assaltantes explodiram as agências e queimou dinheiro, parte ficou debaixo dos escombros e os populares também saquearam antes da perícia chegar. A PF vai investigar isso. Quanto ao valor encontrado com os assaltantes será devolvido para os bancos", disse Fábio Abreu

De acordo com o balanço da polícia, até o momento foram presas oito pessoas, nove mortos, foram apreendidos seis veículos, seis coletes balísticos, três fuzis e oito pistolas.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilColetiva sobre operação sobre o assalto a bancos em campo Maior.Coletiva sobre operação sobre o assalto a bancos em campo Maior.

O secretário informou ainda que a operação só será encerrada quando os dois últimos suspeitos forem presos.

Mais envolvidos

Na noite dessa quinta-feira (09), no município de Inhuma, equipes da Força Tática de Valença do Piauí prenderam dois irmãos, identificados como Delson Ferreira de Moura, de 29 anos, e Demilson Ferreira de Moura, de 26 anos, acusados de envolvimento com a quadrilha que explodiu duas agências bancárias em Campo Maior.

Mais na Web