Polícia

Polícia faz 2ª fase de operação contra fraude em concurso no Piauí

Estão sendo cumpridos mandados de prisão preventiva integrantes de um grupo criminoso que dirigia as empresas Instituto Machado de Assis e Crescer Consultoria.
17/12/2020 07h43 - atualizado

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR), e o Ministério Público do Piauí, por meio da GAECO e da Promotoria de Justiça de Cocal deflagraram a 2º fase da Operação Dom Casmurro na manhã desta quinta-feira (17), na cidade de Teresina.

Essa fase da operação tem o objetivo de dar cumprimento à mandados de prisão preventiva expedidos contra empresários, servidores públicos e demais integrantes de um grupo criminoso que dirigia as empresas Instituto Machado de Assis e Crescer Consultoria.

Foi comprovado durante investigação da Polícia Civil que o grupo atuava há mais de 10 anos em fraudes de licitação e concursos públicos no Piauí e em outros estados. As investigações apontam que as licitações eram direcionadas a contratar duas empresas, com nomes de proprietários diferentes (laranjas), mas que pertenciam aos líderes do mesmo grupo.

A operação também cumpre mandados de sequestro contra o patrimônio dos investigados, que já foram denunciados pelo Ministério Público pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e fraude de licitações, em ação civil que está em trâmite na Comarca de Cocal.

Participam do trabalho equipes policiais civis da Depre, do Greco, Polinter e da Delegacia de Nazária.

Mais na Web