Polícia

PRF-PI realiza Operação de Fiscalização de Cargas Indivisíveis

A proposta é gerar mais segurança e informação aos usuários das rodovias e garantir o fluxo econômico no país por meio do transporte dessas cargas.
06/12/2020 07h32 - atualizado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou a Operação Temática de Fiscalização de Cargas Indivisíveis (OTECI), entre os dias 24 de novembro e 02 de dezembro no Piauí e estados do Brasil.

Os trabalhos foram desenvolvidos no Rio Grande do Norte, iniciando-se com uma atividade de nivelamento dos policiais envolvidos, seguido da efetivação das fiscalizações direcionadas à segurança deste tipo de transporte.

A proposta da OTECI é gerar mais segurança e informação aos usuários das rodovias e garantir o fluxo econômico no país por meio do transporte dessas cargas.

Segundo a PRF foram fiscalizados mais de 1.300 veículos, sendo 527 de transporte de carga, e flagrou mais de 600 toneladas de excesso de peso.

Só em 2020, a PRF realizou 1.232 escoltas a cargas indivisíveis em trajetos que somam mais de 688 mil quilômetros percorridos pelas rodovias do Brasil.

As escoltas de peças eólicas realizadas pela PRF, que somavam apenas cerca de 8% das escoltas em 2018, atualmente somam mais de 55%. Neste ano, a polícia já escoltou 1.364 pás, a expectativa é que centenas desses equipamentos tenham acompanhamento da PRF desse fim de ano até 2021.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), faz uma análise detalhada das rotas, pelo plano para reduzir riscos de acidentes, com o objetivo de garantir a segurança dos profissionais e usuários das vias, antes da execução dos transportes de cargas indivisíveis.

A PRF orienta os condutores sobre os cuidados que devem ser adotados ao se deparar com os veículos que realizam o transporte de cargas indivisíveis. Confira abaixo:

- Reduza a velocidade ao se deparar com um veículo de escolta;

- Mantenha uma distância segura dos outros veículos;

- Redobre a atenção ao volante;

- Respeite as orientações dos policiais e profissionais de escolta;

- Aguarde a orientação e o momento mais seguro para ultrapassar;

- Só ultrapasse quando for autorizado.

Mais na Web