Polícia

Setor financeiro reduz projeção do crescimento do PIB para 2,51%

A taxa de juros deve cair para 6,25% até o fim deste ano. Mas deve aumentar para 8% até o final de 2019.
GABRIEL SOARES
DE TERESINA
14/05/2018 16h41 - atualizado

O Mercado Financeiro cortou novamente a expectativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todas as riquezas nacionais em um ano. Segundo o Boletim Focus, do Banco Central do Brasil, a projeção para o aumento do PIB de 2018 saiu de 2,70, registrada na semana passada, para 2,51% nesta semana.

  • Foto: Divulgação/Google MapsProjeção de inflação cai juntamente com estimativa do PIB, conforme Banco Central.Projeção de inflação cai juntamente com estimativa do PIB, conforme Banco Central.

Para o próximo ano, os economistas do setor financeiro continuam especulando o crescimento de 3 pontos percentuais para o PIB, conforme indica o levantamento.

Inflação

Em relação a inflação deste ano, o Boletim Focus apontou uma nova queda das projeções. O setor financeiro espera que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), alcance 3,45%, contra os 3,49% registrados na semana anterior. Para 2019, a inflação deve alcançar 4%.

Ambos os valores ficam abaixo da Meta Central da Inflação, que deve ser atingida pelo Governo Federal. Ainda assim as expectativas estão acima do limite mínimo da meta, estipulado em 3 pontos percentuais.

Taxa de Juros

Após um anúncio do Banco do Brasil, sobre um novo corte na Taxa Selic, o mercado financeiro mantém a taxa de juros prevista para 6,25% no fim de 2018. Mas o valor deve aumentar até o fim do próximo ano.

Mais na Web