Geral

Taxa de desemprego sobe para 13,3% no segundo trimestre, diz IBGE

Segundo os resultados da PNAD Contínua, a taxa de desocupação subiu 1,1 ponto percentual em relação ao período anterior.
06/08/2020 18h10

Nesta quinta-feira, 6 de agosto, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os resultados da PNAD Contínua, referentes ao segundo trimestre do ano, encerrado no mês de junho. Segundo a pesquisa, a taxa de desocupação no país subiu para 13,3% e houve redução recorde no número de brasileiros ocupados.

O resultado representa uma alta de 1,1 ponto percentual em relação ao período anterior, encerrado em março; e de 1,3 ponto percentual em relação ao mesmo trimestre de 2019.

A taxa de desocupação cresceu devido à queda recorde de pessoas ocupadas: foi registrada uma queda de 8,9 milhões de ocupados, representando uma redução de 9,6%.

Apesar da taxa de desocupação mais alta, o número de desempregados ficou estável: 12,8 milhões frente a 12,9 milhões no trimestre anterior.

A analista da pesquisa, Adriana Beringuy, afirma que mesmo com o cenário de estabilidade entre a população desocupada, a taxa de desemprego subiu por causa da redução da força de trabalho, que soma as pessoas ocupadas e desocupadas. Para ela, isso é um reflexo da crise econômica gerada pela pandemia.

Com informações do R7.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web