Polícia

“Uma tragédia na nossa instituição”, diz Barêtta sobre morte de delegado

O delegado Rodrigo Moreira de 36 anos, foi encontrado morto na noite dessa quinta-feira (29) em seu apartamento em Teresina.
30/04/2021 10h00 - atualizado

Nesta sexta-feira (30), o Coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, o Barêtta, falou sobre a morte do delegado de Polícia Civil, Rodrigo Rodrigues Moreira.

O delegado, de 36 anos, foi encontrado morto na noite dessa quinta-feira (29) em seu apartamento no bairro Fátima, zona Leste de Teresina.

  • Foto: DivulgaçãoDelegado Rodrigo MoreiraDelegado Rodrigo Moreira

Ao Viagora, Barêtta afirmou que o falecimento de Rodrigo Moreira foi uma grande perda para a polícia, e destacou que todas as informações a respeito da morte do delegado estão sendo analisadas pelo DHPP: “Nós estamos analisando os fatos. Nós tivemos uma tragédia na nossa instituição, a morte de um colega”, destacou.

Barêtta que foi professor no curso de formação de Rodrigo na academia de polícia, lamentou a morte precoce do ex-aluno e colega de profissão: “Era uma pessoa muito boa, muito educada, muito nova”, disse.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraDelegado Barêtta, coordenador do DHPP.Delegado Barêtta, coordenador do DHPP

De acordo com Barêta, mortes consideradas violentas como a de Rodrigo ficam a cargo do plantão de atendimento especial do DHPP. “Mortes violentas, que podem ser um suicídio, um afogamento, um homicídio ou outro qualquer acidente nós atendemos. Nós temos um plantão de atendimento especial 24 horas para tratar de mortes violentas”, finalizou.

Sepultamento

Conforme o Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Piauí, o corpo de Rodrigo Moreira será velado na manhã de hoje (30) em uma funerária na Avenida Miguel Rosa, em Teresina, e em seguida será levado para a cidade de Fortaleza (CE), onde será sepultado.

Mais na Web