Viagora

Motoristas e cobradores de ônibus aderem a paralisação em Teresina

Movimento acontecerá nesta sexta (28) em protesto contra a reforma trabalhista.

Os Sindicatos dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro) confirmou participação na paralisação geral no dia (28). A ação, movida por Central única dos Trabalhadores (CUT) e diversos sindicatos, é contra o projeto de lei que prevê uma completa reforma trabalhista.

  • Foto: ReproduçãoParada de ônibusÔnibus estrão paralisados a partir das 7h em protesto a reforma trabalhista.

De acordo com Fernando Feijão, presidente do Sintetro, a paralisação não será igual a greve, onde circula de forma reduzida por um tempo indeterminado, mas sim uma paralisação no dia da frota a partir de 7h. “Não estamos em greve, portanto não irá funcionar desse jeito. A partir desse horário vai haver a movimentação no centro e vamos seguir paralisados até o fim do movimento”, pontuou Fernando.

Mesmo assim, o sindicalista aconselha os usuários a evitar o transporte público no horário e que não haverá um momento exato para o serviço ser normalizado. “Antes das 7h, os ônibus funcionarão e retornarão a garagem normalmente, mas depois, as linhas estarão paradas, por isso estamos recomendando os usuários e trabalhadores de outras áreas evitarem pegar ônibus no horário”, frisa Fernando.

Facebook
Indicado para você
Veja também