Viagora

Wellington diz que encontro entre Lula e Alckmin foi importante

Segundo o governador, esse foi um momento importante para o Brasil, pois mostra para o país que não se trata apenas do ex-presidente, mas também de um conjunto de líderes que possuem algo em comum.

Na manhã desta terça-feira (21), o governador do Piauí, Wellington Dias, falou sobre o encontro que aconteceu entre o ex-presidente Lula e o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido) e a possibilidade para a formalização de uma chapa para as eleições em 2022, durante visita as obras na nova maternidade em Teresina.

Conforme o chefe do executivo estadual, esse foi um momento importante para o Brasil, pois mostra para o país que não se trata apenas do ex-presidente, mas também de um conjunto de líderes que possuem algo em comum, a defesa da democracia.

"Foi um momento importante, um marco para o Brasil porque ali se delineou para o país que não se trata apenas de Lula, um líder forte, mas também existe junto com ele um conjunto de líderes de um campo político que tem algo em comum, inclusive nessa quadra especial do Brasil, a defesa da democracia, a defesa de um olhar para um desenvolvimento econômico, um compromisso social, a defesa para que a gente tenha as condições de respeito ao meio ambiente, de uma relação internacional em que teremos o Brasil soberano, mas também um Brasil que quer uma política de paz e respeito com as outras nações”, declarou.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraGovernador Wellington Dias e Rafael FontelesGovernador Wellington Dias e Rafael Fonteles

De acordo com o governador, a presença de outros nomes da política brasileira na reunião demostra que existe um campo de diálogo não apenas para estratégias de vencer a eleição, mas um compromisso de vencer com governabilidade.

“A presença do presidente Lula, do ex-governador e ex-candidato à presidência Geraldo Alckmin, Márcio França, Paulo Câmara, o prefeito do Recife, Renan Calheiros, Baleia Rossi, entre outros líderes, mostra o seguinte, existe um campo que também tem diálogo, não só para uma estratégia de vencer uma eleição, vai ter um, dois, três candidatos nesse campo, mas um compromisso de vencer as eleições com governabilidade”, disse.

Ainda segundo Wellington Dias, o encontro marca a confiança de que existe reais condições de Lula vencer as eleições no primeiro turno, conforme ele, se houver um segundo turno também existe a possiblidade de entendimento que possa ajudar na vitória.

“Eu creio que foi um momento que marcou no antes e no depois. Líderes de todas as regiões e de diferentes partidos, pensamentos, empresários do setor de serviço, ou seja, eu creio que teremos uma possibilidade que marca a confiança muito grande de que, não só temos sim reais condições de vencer as eleições no primeiro turno, mas se tiver um segundo turno também temos aqui um entendimento que pode ajudar nessa vitória com a governabilidade de ter um campo majoritário para a Câmara, para o Senado, para garantir sustentação aquilo que o Brasil mais precisa, olhar para a pauta do povo", finalizou.

Facebook
Indicado para você
Veja também