Viagora

Promotora constata situação precária em vistoria na Central de Flagrantes

Segundo o Ministério Público, verificou-se que nenhuma reforma foi feita desde a última visita técnica.

Nessa terça-feira (30), o Ministério Público do Piauí, por meio do Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (Gacep), realizou a última visita técnica da série de inspeções nas unidades de Polícia Civil de Teresina. A coordenadora do Gacep, promotora de Justiça Fabrícia Barbosa de Oliveira, vistoriou a Central de Flagrantes.

Conforme o MPPI, quanto à estrutura, foi observada a precariedade do local, que possui diversos pontos de infiltração, fiação exposta, banheiros totalmente desestruturados, sem acessibilidade e limpeza.

Ainda de acordo com o órgão ministerial, a promotora verificou que nenhuma reforma foi feita desde a última visita técnica, e que há uma ação de despejo. Observou também que há uma reforma sendo feita apenas na fachada.

  • Foto: Divulgação/MPPICentral de Flagrantes em TeresinaCentral de Flagrantes em Teresina

O MPPI informou que a partir da constatação da deficiente estrutura encontrada na Central de Flagrantes, bem como da precariedade das condições de trabalho dos profissionais de segurança pública na unidade, o GACEP emitiu um despacho à Secretaria de Segurança Pública, para que seja prestado esclarecimentos, em até 5 dias.

Segundo o MPPI, em resposta a solicitação, a Secretaria de Segurança Pública do Estado emitiu um ofício comunicando que não houve nenhuma decisão do órgão a respeito de reformas na fachada da Central de Flagrantes, mas que a obra faz parte do então processo de padronização de fachadas das instituições públicas estaduais, as quais são realizadas pela Secretaria de Comunicação Social (SECOM).

Outro lado

O Viagora procurou a Secretaria de Segurança Pública sobre o assunto, através da assessoria de comunicação que informou que o órgão ainda não foi notificado sobre o caso.

Facebook
Indicado para você
Veja também