Viagora

Strans determina aumento da frota com 250 ônibus em Teresina

Segundo Felipe Leal, gerente de Planejamento de Transportes da Strans, o órgão averiguou que com a nova demanda de passageiros é necessário um aumento e ampliação na prestação de serviços.

Nessa quarta-feira (01), uma nova ordem de serviço foi emitida pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsitos (Strans) aos Consórcios e as empresas que atuam no transporte público da capital, que determina aumento da frota de ônibus com 250 veículos distribuídos nas quatro zonas de Teresina.

Felipe Leal, gerente de Planejamento de Transportes da Strans, afirmou que atualmente 200 ônibus circulam na capital, correponde a 95% da frota determinada, no entanto, a Strans averiguou que com a nova demanda de passageiros é necessário um aumento e ampliação na prestação de serviços.

  • Foto: Divulgação/ Prefeitura de TeresinaStrans alerta para evitar aglomerações nos terminais de integraçãoStrans determina aumento da frota com 250 veículos em Teresina.

“Em um mês verificamos, de acordo com os dados analisados, que a demanda de passageiros na capital aumentou em 200 mil. Foi levada em consideração a demanda de passageiros. No meio de outubro a gente estava com um total de 1,3 milhão de passageiros. Já no mês de novembro subiu para 1,5 milhão. Percebemos que o passageiro está voltando ao sistema. E por isso também foi levada em consideração a lotação e tempo de espera dos passageiros nas paradas”, afirma Felipe Leal.

O gerente de planejamento da Strans, também ressaltou que os agentes de fiscalização do transporte público devem vistoriar praças, paradas e garagens, além de monitorar o cumprimento da ordem de serviço através do sistema de bilhetagem eletrônica.

“A empresa que não cumprir a determinação, após o período de cinco dias úteis, deve ser notificada, e após a notificação, pode ser aplicada multa”, esclarece o gerente de Planejamento de Transportes da Strans, Felipe Leal.

Ainda segundo Felipe Leal, a prefeitura de Teresina ficará responsável por controlar a bilhetagem eletrônica, porém até o momento o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) ainda administra o sistema.

“A previsão é que até fevereiro a operação do sistema de bilhetagem seja assumida pela Prefeitura de Teresina, por meio da Strans, para garantir maior fiscalização, transparência e controle operacional. Estamos em processo de transição, e uma Comissão Especial foi criada em outubro deste ano para fazer a transição”, explica o gerente de Planejamento de Transporte Público da Strans.

Conforme a Strans, a nova ordem de serviço é válida até uma nova emissão que tem previsão de novo aumento na frota com 300 ônibus.

Facebook
Indicado para você
Veja também