Viagora

Estudante de Juazeiro do Piauí obtém 980 pontos na redação do Enem

A estudante que adora ler e sempre está buscando novos livros para aprendizado, disse que esse último ano não foi fácil, mas sabia que alcançaria pontos para um curso bom.

Maria Clara da Silva Oliveira relata que estuda na Unidade Escolar João Alves de Macedo Filho desde a 1ª série do Ensino Médio da Unidade Escolar João Alves de Macedo Filho, de Juazeiro do Piauí e sempre acreditou que conseguiria, na escola, o apoio necessário para ter um excelente resultado no Enem.

De acordo com a jovem, sua mãe trabalha como serviços gerais da escola e recentemente se formou em técnico de enfermagem, mas ainda não atua na área. Seu pai é minerador de pedras para exportação e ambos estudaram em escola pública.

Foto: Divulgação/Governo do PiauíEstudante Maria Clara
Estudante Maria Clara

"Sempre acreditei que iria ingressar em uma faculdade no final do Ensino Médio. Sempre tive bastante apoio dos professores e, mesmo com a pandemia, continuei a estudar e tentar vencer as limitações que passamos, pois não tinha internet em casa e ainda fiquei um tempo sem celular. Não só os professores me ajudaram, mas também parentes e até vizinhos, pois assistia as aulas do Canal Educação e dos professores em suas casas. Persisti e continuei estudando", conta Maria Clara.

A estudante que adora ler e sempre está buscando novos livros para aprendizado, disse que esse último ano não foi fácil, mas sabia que alcançaria pontos para um curso bom, em uma área boa. "Fiquei surpresa com a nota 980 na Redação, pois não imaginava que seria tão alta. Fiquei bastante feliz, ainda mais por conta de todas as limitações que tive", afirmou. Seu sonho é fazer Medicina e atuar na área da dermatologia. "Caso não consiga com a nota deste ano, vou procurar áreas com relações a matemática", completa.

Segundo a professora de redação da escola, Rita Ferreira Marcelino Vasconcelos, Maria Clara é uma excelente aluna. Muito esforçada e dedicada, sempre procurava tirar as dúvidas, apesar das limitações que todos tinham.

"As aulas eram limitadas às possibilidades de todos. O acesso à internet ruim, às vezes nenhum, pois a maioria dos meus alunos, em torno de 90%, não possuem internet. Além disso, muitos tiveram que trabalhar por conta das dificuldades da pandemia, o que dificultava a realização de aulas síncronas. Em virtude disso, os alunos recebiam um roteiro orientando os conteúdos, as páginas dos livros e o desenvolvimento de atividades práticas como produção de texto e leitura literária e outras. Também, iam nos roteiros a indicação de videoaulas curadas na rede ou gravadas por mim", conta Rita.

A escola conta com a Modalidade de Ensino Fundamental, EJA etapa 6 e 7, Curso Técnico concomitante e Ensino Médio Regular, com 3 turmas de 3ª serie, com um total de 82 alunos. 

Com informações da Seduc-PI.

Facebook
Indicado para você
Veja também