Viagora

Defensoria Pública atende Unidades Socioeducativas de Teresina

Segundo o Governo do estado do Piauí, as visitas ao CEM faz parte da rotina desenvolvida pelo defensor público.

Nessa sexta-feira (10), o defensor público Afonso Lima da Cruz Júnior, titular da 4ª Defensoria Pública da Infância e Juventude, esteve no Centro Educacional Masculino (CEM), onde conversou com os adolescentes internos sobre o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), além dos direitos e deveres dentro das Unidades Socioeducativas.

Segundo o governo do estado do Piauí, a ida ao CEM faz parte da rotina desenvolvida pelo defensor público, que atende especificamente os menores que se encontram nas Unidades Socioeducativas de Teresina como CEM, o Centro Educacional Feminino (CEF), o Centro Educacional de Internação Provisória (CEIP) e o Semiliberdade.

Foto: Divulgação/ Governo do PiauíDefensoria mantém rotina de atendimentos em Unidades Socioeducativas de Teresina
Defensoria mantém rotina de atendimentos em Unidades Socioeducativas de Teresina

De acordo com Afonso, esses contatos são importantes porque proporcionam que, de forma clara e transparente, sejam repassadas informações tanto sobre a situação processual como sobre as práticas, direitos e deveres, que precisam ser adotadas dentro das Unidades para que o período de internação transcorra dentro do esperado, proporcionando ainda a reinserção das internas e internos na sociedade.

O defensor ainda explica sobre o trabalho realizado. “Esse trabalho que fazemos nas Unidades Socioeducativas é rotineiro, semanal, e é importante para aproximar o adolescente do seu defensor. Buscamos nesses contatos mostrar a real situação de cada interno no sistema socioeducativo, discorrendo sobre o andamento da situação processual, bem como avaliando as condições em que se encontram. Também é um momento para esclarecer dúvidas e repassar informações e orientações que entendemos como de grande valia no processo de ressocialização”, ressalta.

Facebook
Indicado para você
Veja também