Viagora

"Vou fazer campanha contra o Sílvio Mendes", declara Robert Rios

O vice-prefeito de Teresina também falou sobre a pré-campanha de Rafael Fonteles ao Governo do Piauí.

O vice-prefeito de Teresina e ex-secretário de Finanças, Robert Rios (Republicanos), falou ao Viagora nesta terça-feira (28), sobre as pré-campanhas dos pré-candidatos ao Governo do Piauí, Sílvio Mendes (União Brasil) e Rafael Fonteles (PT).

Robert Rios afirma que jamais votaria em Sílvio Mendes, e destaca que ao ganhar a prefeitura, o grupo do ex-PSDB teria provocado a atual gestão. “Eu jamais votaria no Sílvio, quem me conhece sabe. O Sílvio é tucano, nós passamos 30 anos pra vencer os tucanos na prefeitura, e desde do dia que ganhamos a prefeitura, os tucanos ficam boicotando, provocando, ocupando rede social, colocando pessoas que são deles para atingir a prefeitura, então nós somos incompatíveis com os tucanos. Não tem condição ser gestão da prefeitura e ao mesmo tempo apoiando tucano, não tem como. O Sílvio mudou a cor das penas, a cor do bico, mas continua tucano”, afirmou.

Foto: Luis Marcos/ ViagoraVice-prefeito de Teresina Robert Rios
Vice-prefeito de Teresina Robert Rios

Questionado sobre a pré-campanha de Rafael Fonteles, o vice-prefeito diz que o petista é preparado e que representa a juventude. “É um garoto novo, tem 37 anos de idade, conhecido por ser inteligente e preparado, nunca foi candidato, nunca venceu cargo político de mandato. Primeira vez que se candidata. O Rafael é juventude, é a mocidade”, disse Rios.

O vice-prefeito, relembra que foi vítima de pesquisas com o prefeito Dr. Pessoa nas eleições de 2020, onde disputavam com Kleber Montezuma. E afirma que foram publicadas pelos ex-gestores do Palácio da Cidade, juntamente com o ministro-chefe da Casa Civil e senador, Ciro Nogueira (Progressistas).

“Antigamente, eu e o próprio Dr. Pessoa fomos vítimas de pesquisas, nós somos vítimas. Até a última hora da eleição passada, eu tenho todas as manchetes arquivadas. Primeiro o Kleber ganhava no primeiro turno. Segundo, Kleber ia para o segundo turno, mas chegava em primeiro lugar. Terceiro, o Kleber ganha no segundo turno. Estamos acostumados com isso, isso aí é um tipo de golpe. Quantas pesquisas foram publicadas, prejudicando a mim e Dr. Pessoa? E nós sabendo que eram tudo coisas preparadas pelo grupo do Palácio da Cidade com o senador Ciro. Nós sabíamos que eram eles”, contou.

Ainda sobre as últimas pesquisas de intenções de voto para governador que foram divulgadas, Robert Rios afirma: "Pesquisa aqui em Teresina, em janeiro o Sílvio tinha trinta e seis pontos na frente do Rafael, a na penúltima pesquisa o Sílvio tinha nove pontos na frente do Rafael, aqui em Teresina. Na última pesquisa, o Sílvio tem 5.75 pontos na frente do Rafael. Rafael vai ganhar a eleição é aqui em Teresina. O Rafael só cresce, e cresce o tempo todo. Lá no início, 22% das pessoas conheciam Rafael, hoje 44 % conhece o Rafael, dobrou o número de pessoas que conhecem Rafael. Como que alguém vai escolher alguém que nem era conhecido, sabe nem que existe? Qualquer um que examine a pesquisa, sabe que a eleição está praticamente definida. O Lula por exemplo, tem 69 pontos e o Bolsonaro tem 18, a diferença de 40 pontos", explica.

Robert Rios diz que ainda permanecerá calado sobre apoio para governador, mas que futuramente deverá se posicionar. Ele declarou ainda que fará campanha contra o pré-candidato Sílvio Mendes. “Vou ficar calado, na minha, até o momento que eu achar certo. Eu sempre disse que não vou ficar em cima do muro. Eu vou fazer campanha contra o Sílvio Mendes, pode esperar que vou fazer. Ele não fez contra mim, não fez? Vou fazer contra ele, dura, pesada, no meu estilo. Ele se zangou, vou devolver pra ele um favor’, disparou.  

Por: Bruna Sousa e Dani Sá

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Eleições 2022

Facebook
Indicado para você
Veja também