Viagora

Criminosos invadem sede da Cáritas de Teresina e levam equipamentos

De acordo com a coordenadora da ong, cinco projetos sociais que estão ativos no momento serão prejudicados.

Nesse domingo (11), a sede da organização sem fins lucrativos Cáritas Arquidiocesana de Teresina que está localizada no Centro Pastoral Paulo VI, no Centro Sul da capital, foi invadida e teve os equipamentos levados.

Em entrevista ao Viagora, a coordenadora da Cáritas, Lucineide Rodrigues, informou que sem os equipamentos, cinco projetos sociais que estão ativos no momento serão prejudicados. “Eles levaram tudo que tinha lá dentro, computador, notebook, o Datashow, caixa de Som. Nós temos cinco projetos, e isso inviabiliza a continuidade dos nossos projetos, não inviabiliza porque a gente está fazendo na cara e na coragem, fazendo sem nada, sem computador sem nada”, informou.

Ainda em conversa, a coordenadora informou que dois projetos em especial serão os mais afetados, pois, são executados por mais vezes na semana. “O que mais pesa no momento com perda do equipamento é o projeto Orinoco e o Ciranda, porque são quase todos os dias da semana, a gente prepara as aulas, prepara as ações, para poder levar para as crianças, para os indígenas, para os sem-teto, e acabou que sem esses equipamentos a gente está sem poder trabalhar, não tem material para produzir, não tem computador, levaram tudo”, disse Lucineide Rodrigues.

A reportagem a coordenadora informou que essa foi a segunda vez que a sede foi invadida, mas na primeira vez nada foi levado, pois, os equipamentos que foram uma conquista recente. “Aconteceu uma vez, mas não levaram nada, porque foram coisas conquistadas após a pandemia, quando aconteceu foi antes, ainda não tinha, como a gente tinha hoje, foi uma perda muito grande, porque demorou pra gente conseguir e logo agora levaram tudo”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Arquidiocese de Teresina

Facebook
Indicado para você
Veja também