Viagora

Volta de Lula seria um retrocesso, declara Gracinha Mão Santa

A pré-candidata a deputada estadual, afirma que segue a linha partidária e apoiará ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL).

A pré-candidata a deputada estadual, Gracinha Mão Santa (Progressistas), falou na manhã dessa sexta-feira (15), sobre apoio à pré-candidatos a Presidência da República.

Gracinha Mão Santa afirma que segue a linha partidária e apoiará ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Destaca que caso o ex-presidente Lula (PT) volte ao poder, ela considera retrocesso.

“A gente segue a linha, a gente representa a mesma história. E contrário, a gente apoia á Sílvio Mendes, somos oposição e oposição bem centrada. Hoje estou no PP que é centrão, por questão de coligação partidária que hoje é oposição no Piauí. Sou Jair Bolsonaro por vários motivos, um que a gente não acredita em voltar um governo de Lula, não é a nossa crença. Conheço todo os problemas o Ciro visualizou, respeito aqueles que lutam para Lula, mas tenho até medo do Lula voltando o que possa fazer. Não acredito e acho que seria um retrocesso, seria legalizar o roubo”, disparou.

Foto: Bruna Sousa/ ViagoraGracinha Mão Santa
Gracinha Mão Santa

A pré-candidata afirma que apoia Bolsonaro por gratidão, por ajudar a transformar o município de Parnaíba em apenas cinco anos.

“E Bolsonaro nós temos por outro motivo, gratidão. Foi quem nos deu a mão, e ajudou a gente a transformar a Parnaíba no que estar hoje. Que cresceu assustadoramente, como alguns dizem, em apenas cinco anos. Sem nenhum deputado estadual, sem nenhum deputado federal e sem senadores do lado, ou seja, só prefeito, governador e no final tivemos ajuda do senador e hoje ministro, Ciro Nogueira”, declarou Gracinha Mão Santa.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Política

Facebook
Indicado para você
Veja também