Viagora

Inscrições para concursos do IBGE terminam nesta quarta-feira

Os candidatos interessados devem se inscrever por meio do site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A inscrição para dois concursos realizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) terminam nesta quarta-feira (29). Ao total são 3.097 vagas temporárias disponíveis no Piauí para o Censo Demográfico 2022. As vagas de emprego são destinadas a todos os 224 municípios do estado.

Segundo o IBGE, deste total de vagas, 183 são destinadas a vagas para agente censitário municipal (ACM), já 241 vagas agente censitário supervisor (ACS) e 2.633 vagas são para recenseador no estado.

Os candidatos interessados devem se inscrever por meio do site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), a banca organizadora do concurso. Ainda segundo o IBGE, os interessados para o cargo de recenseador devem possuir Ensino Fundamental Completo, já para os cargos de ACM e ACS é exigido o Ensino Médio Completo.

Os contratos estão previstos para durar por até três meses para recenseadores e por até cinco meses para os cargos de ACM e ACS. O candidato deve pagar uma taxa para validar sua inscrição no concurso público no valor que varia de R$ 57,50 para o cargo de recenseador a R$ 60,50 para os cargos de ACM e ACS.

Os empregos são remunerados no valor de R$ 1.700 para ACS e R$ 2.100 para ACM.  A renda dos recenseadores varia, de acordo com a produção, dessa forma, o IBGE disponibiliza um simulador dos ganhos. Além disso, os direitos trabalhistas são garantidos, pois os contratados tem direito a férias e 13º salário proporcionais.

A prova do concurso será realizada no dia 27 de março de 2022, em horários distintos, de 9h às 12h para cargo de recenseador e de 14h30 às 18h para os cargos de ACM e ACS.

Uma única prova será aplicada e o primeiro colocado poderá assumir a fundação de AC, e os demais aprovados devem assumir como ACS, segundo a disponibilidade de vagas.

O resultado do concurso deve ser divulgado em 06 de maio de 2022, conforme previsão do IBGE.

Mais conteúdo sobre:

IBGE

Facebook
Indicado para você
Veja também