Viagora

Governo lança Cartão Pro Social para famílias do Piauí

O Cartão Social faz parte do programa Pro Social que permite a transferência de renda e atualmente contempla 8.091 famílias piauienses distribuídas pelos 224 municípios do estado.

Na manhã desta quarta-feira (29), aconteceu a entrega simbólica da primeira parcela do beneficio do Programa Cartão Pro Social promovido pelo governador Wellington Dias em solenidade no Palácio de Karnak.

O Cartão Social faz parte do programa Pro Social que permite a transferência de renda e atualmente contempla 8.091 famílias piauienses distribuídas pelos 224 municípios do estado.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraEntrega de cartões do programa cartão pró socialEntrega de cartões do programa cartão pró social

Conforme o Governo do estado, o beneficio será distribuído em seis parcelas no valor de R$ 200, perfazendo um total de R$ 1.200,00.

O programa social faz parte do Plano Pro Social e é promovido através da Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Sasc), com parceria das secretarias Municipais de Assistência Social e da Agência de Fomentos.

Wellington Dias ressaltou durante a solenidade que o benefício deve funcionar como um auxílio emergencial provisório enquanto o Estado ainda estuda promover condições para que as famílias em situação de vulnerabilidade possam restabelecer suas rendas.

Segundo o governador a medida surge em um momento de preocupação com o agravamento do desemprego e afirma que o governo tem trabalhado para garantir geração de emprego no estado.

“É muita alegria a gente fechar o ano fazendo efetivar um programa que vem sendo trabalhado a partir do instante que a gente percebeu uma situação de agravamento do desemprego. E a gente tem trabalhado em ações claras para geração de empregos, apoiando o produtor do campo, da cidade, das micro e médias empresas, e mesmo em meio a tudo ainda temos uma grande quantidade de pessoas com uma renda muito baixa no campo e nas cidades. Então, nosso objetivo é inserir dinheiro e movimentar todo o ambiente ao redor, seja na compra de uma carne, seja na compra de um feijão com o produtor, e estimular que as pessoas desejem através disso buscar formas de aumentar sua renda”, ressalta o governador.

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraEntrega de cartões do programa cartão pró socialEntrega de cartões do programa cartão pró social

O secretário Estadual de Assistência Social e Cidadania, o deputado Zé Santana, afirmou que as famílias beneficiadas pelo CadÚnico, do Governo Federal, têm o direto de participar do programa social, desde que declarem renda per capita de até R$ 178,00 e não recebam outro benefício de programa social, seja ele do governo estadual ou federal.

“Tem direito ao benefício todas as famílias que estão cadastradas no CADÚNICO, do Governo Federal, e que têm uma renda per capita de até R$ 178,00 e não recebem nenhum outro benefício de programa social, seja do governo estadual ou federal. A busca ativa por essas pessoas está ocorrendo dentro dos munícipios com técnicos treinados por servidores da Sasc, afim de que a gente possa constatar a situação atual e não apenas pessoas que fizeram o cadastro ali no CADÙNICO já algum tempo e porventura a situação de hoje seja outra”, complementar o gestor.

Os municípios e Secretarias Municipais de Assistência Social, por meio dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), são parceiras do projeto e devem realizar visitas as famílias identificadas pelo Sistema Sasc Integração, bem como, as inscritas no CadÚnico.

“Nas visitas são feitas atualizações dos dados cadastrais e a aplicação de um formulário socioeconômico”, explica José Santana.

A vice-governadora, Regina Sousa, também esteve na solenidade e destacou a importância de auxiliar as famílias em situação de vulnerabilidade que muitas vezes são “invisíveis” para a sociedade.

“São famílias invisíveis que precisamos buscar, por isso o Busca Ativa é tão importante para encontrar essas pessoas e oferecer segurança alimentar. Estamos todos felizes de termos cumprido mais essa etapa dessa missão”, conclui Regina Sousa.

Facebook
Indicado para você
Veja também