Viagora

Wellington Dias discute em reunião sobre Fundação de Apoio à Uespi

Segundo o Governo do Piauí, o órgão apresentará um leque amplo de oportunidades a favor do ensino, pesquisa e extensão, além do desenvolvimento institucional.

Nesta quinta-feira (06), o governador Wellington Dias esteve reunido no escritório da Residência Oficial, com o reitor da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Evandro Alberto, e representantes de órgãos estaduais.

Segundo o governo, na ocasião foi discutido sobre a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Educacional, Governança e Meio Ambiente da Universidade Estadual do Piauí (Fuapi), que irá funcionar como órgão de apoio à própria instituição, pois apresenta um leque amplo de oportunidades a favor do ensino, pesquisa, extensão, além do desenvolvimento institucional, científico e tecnológico com estímulo à inovação.

  • Foto: Divulgação/CComWellington Dias em reunião com representantes de órgãos estaduais.Wellington Dias em reunião com representantes de órgãos estaduais.

Ainda se acordo com o governo, também foram discutidos pontos sobre investimentos e demandas que podem ser atendidas, sobretudo trabalhando com pesquisadores e professores extensionistas.

O governador explica que a Fundação Uespi é mais um passo importante, voltado para o aprendizado prático e integrado e destaca a integração com a área do desenvolvimento entre o estado e setor privado.

“Com a Fundação Uespi, estamos dando um passo importante, que é um braço voltado para o aprendizado prático e integrado com o desenvolvimento do Estado. Precisamos, pelo poder executivo, comprar projetos em diversas áreas e a nossa fundação pode dar conta. Da mesma forma será com os programas, não precisaremos mais contratar outras fundações. Destaco ainda a integração com a área do desenvolvimento entre o estado e setor privado, que garantirá bons resultados”, disse.

Conforme o governo, os investimentos aplicados pela Fundação serão revestidos para apoiar extensão, pesquisa e melhorar a estrutura de laboratórios.

O reitor da Uespi, Evandro Alberto afirma que a instituição vai ofertar serviços ao estado e trabalhar sobre demanda.

“É uma instituição que vai ofertar ao Estado serviços e poderá investir na Uespi. Ela vai trabalhar sobre demanda, muitas vezes o estado tem a necessidade de desenvolver projeto em uma determinada área, então a fundação poderá, por meio do serviço que ela presta, atender essa demanda, elaborar projetos e desenvolver atividades que são hoje necessárias para a estrutura do Estado”, explicou.

Facebook
Indicado para você
Veja também