Viagora

Agespisa anuncia novos programas de desligamento para efetivos

Para o servidor que aderir à proposta, o incentivo é de seis remunerações, acrescidas dos direitos indenizatórios de caráter trabalhista cabíveis na rescisão sem justa causa.

Nesta quinta-feira (10), entram em vigor novas resoluções que a direção da Agespisa editou promovendo novos programas de desligamento voluntário para os servidores do quadro efetivo que desejarem deixar a empresa. O procedimento tem validade até 10 de março.

De acordo com a Agespisa, uma das medidas é o Programa de Afastamento Incentivado (PAI), que é destinado aos servidores do quadro efetivo que estejam aposentados, com idade até 74 anos e 11 meses.

Para o servidor que aderir à proposta, o incentivo é de seis remunerações, acrescidas dos direitos indenizatórios de caráter trabalhista cabíveis na rescisão “sem justa causa”, calculados com base no valor da remuneração atual.

O outro é o Programa de Incentivo Complementar (PIC), que possibilita a quem aderir receber, além dos 40% do FGTS, todas as verbas legais, informou a empresa.

De acordo com a Agespisa, a partir de então, o servidor fica recebendo, todo mês, um percentual de 25% do salário e tem direito ao Plano de Saúde até completar 75 anos de idade. Se o empregado que aderir ao PIC falecer antes disso, a família não fica recebendo.

Para detalhes sobre os procedimentos de adesão aos programas, o empregado pode acessar o site oficial da Agespisa (www.agespisa.com.br) e conferir resoluções que estabeleceram as medidas.

Com informações do Governo do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Agespisa

Facebook
Indicado para você
Veja também