Viagora

Cidades do Piauí saem do mapa da pobreza, aponta IBGE

O atual levantamento (2019) mostra o Piauí com nenhum município na situação de linha de pobreza.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em comparativo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), realizados no ano de 2019, apontam que o estado do Piauí não registra mais cidades abaixo da linha da pobreza há três anos.

Segundo o FGV, em 2010, o estado ainda possuía três estados entre os menos 50 do Brasil com menor Produto Interno Bruto (PIB).  Eram Curralinhos (PIB 2.820,87), Dom Inocêncio (PIB 2.934,02) e Fartura do Piauí (PIB 2.938,43).

Foto: Divulgação/AscomTécnicos do IBGE nas ruas de Lagoinha do Piauí.
Pesquisa do IBGE sobre PIB de Municípios 

Na linha temporal, em 2014 foi-se acrescentados mais três estados (Cabeceiras do Piauí (PIB 4.648,32), Campo Largo do Piauí (4.659,56) e Massapê do Piauí (4.671,00) na lista totalizando seis em situação a linha de pobreza. Porém o atual levantamento (2019) mostra o Piauí com nenhum município nessa situação.

A governadora do estado, Regina Sousa, destaca que esse estudo mostra os investimentos realizados em ações que promovem o desenvolvimento econômico dos municípios.  “Isso é bom. Significa que a renda do piauiense cresceu. A gente ultrapassou alguns estados e não figura mais nessa lista dos 50 menores”, completa a governadora.

PIB dos Municípios

Os informativos do PIB dos Municípios são apresentados pelo IBGE, em parceria com os Órgãos Estaduais de Estatística, as Secretarias Estaduais de Governo e a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), com comentários analíticos sobre os principais destaques do Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios.

Por Isadora Cavalcante

Mais conteúdo sobre:

IBGE

PIB

Facebook
Indicado para você
Veja também