Viagora

UFPI quer uso de máscara em todos os setores no retorno presencial

A instituição decidiu que é obrigatório o uso de máscara em todos os setores da instituição, seja administrativo ou pedagógico.

Nessa quarta-feira (15), o Comitê Gestor de Crise (CGC) da Universidade Federal do Piauí (UFPI), realizou uma reunião para atualizar as medidas de segurança contra a covid-19 para o retorno das aulas presenciais na instituição que ocorre no dia 20 de junho.

De acordo com informações divulgadas pela UFPI, decidiu-se que é obrigatório o uso de máscara em todos os setores da instituição, seja administrativo ou pedagógico. Em caso de aulas práticas, é necessário a utilização de EPIs determinados para a atividade, sob a supervisão da coordenação dos respectivos cursos.

Ainda de acordo com a universidade, também é necessário a apresentação de comprovante vacinal atualizado de acordo com as doses que foram disponibilizadas para a idade que o estudante ou servidor possui.

A instituição também informa que o documento será enviado através de memorando a todos os setores da universidade com as medidas que devem ser adotadas em caso de servidores e alunos que não apresentem o comprovante vacinal.

A situação vacinal de professores, técnicos e alunos de todos os Campi da Universidade Federal do Piauí será levantada de 20 de junho a 20 de julho.

Segundo o vice-reitor, Viriato Campelo, as determinações estão de acordo com a situação epidemiológica do estado. “As providências adotadas para o próximo semestre letivo estão alinhadas às oscilações do quadro epidemiológico. Nesse momento, visto o aumento significativo do número de casos, optamos por manter o uso obrigatório de máscara. Mas, no decorrer do semestre, isso pode ser alterado, caso haja queda das taxas de transmissão da covid-19”, explica.

O CGC também discutiu sobre as questões administrativas, foi decidido que os servidores que estão impossibilitados de trabalhar por motivo de doença, devem apresentar o atestado à chefia imediata, que juntamente com a perícia médica realizará a avaliação geral. No caso de infectados por covid-19, devem seguir os protocolos que estão em vigor, conforme as normas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e o Ministério da Saúde.

A Instituição de ensino, também vai avaliar reativar o posto de vacinação que foi transferido para o Hospital Universitário (HU), para continuar vacinado contra a covid-19; influenza (gripe); sarampo e febre amarela.

Facebook
Indicado para você
Veja também